Tamanho do texto

Os dias frios exigem alguns cuidados com a rega e a quantidade de adubos

O inverno chegou com tudo em diversas regiões do Brasil e as plantas pedem um cuidado especial para não sofrerem na estação e chegarem bonitas e saudáveis à primavera. Com os dias mais frios, é preciso ficar atento a maneira de regar as platinhas em casa e também cuidar daquelas que ficam ar livre, principalmente se você mora em uma região sujeita a geadas. 

Leia tudo sobre casa e decoração

Plantas merecem cuidados especial no inverno
shutterstock
Plantas merecem cuidados especial no inverno


Conversamos com dois especialistas que dão dicas de como cuidar bem plantas no inverno. Veja os detalhes: 

Rega x umidade

A planta precisa de água, mas nessa estação é preciso se atentar a quantidade para evitar umidade excessiva e até colocar em risco a vida dela. "No inverno, a planta costuma ser atacada por um fungo que se dissemina com mais velocidade se a água tiver muito tempo junto da folha", afirma o paisagista Alexandre Furcolin. 

"A recomendação principal é que nessa época a irrigação seja feita no período da manhã, entre 6h e 7h, para que durante o dia essa água se evapore da folha. A irrigação noturna, não é recomendada, pois é muito difícil da água evaporar", detalha o especialista. 

Atenção também para os vasinhos que ficam dentro de casa. "Cada caso é um caso, mas no geral, a frequência de rega é menor porque o consumo de água da planta é menor", afirma Hélio Grassi Filho, professor do Departamento de Nutrição Mineral de Plantas e Recursos Ambientais da UNESP. 

Adubos

De acordo com os especilistas, o metabolismo da planta fica mais lento na época do frio, portanto, também é preciso controlar a quantidade de abudo que será usada. "As plantas diminuem seu metabolismo para guardar energia e o adubo estimula a brotação, trazendo um desgaste maior", explica Alexandre. "Nada de adubar com a frequência dos dias mais quentes", ressalta Hélio. 

Para Alexandre, o ideal é adubar um ou dois meses antes de o inverno começar, para que a planta esteja preparada para estação. Já o professor da UNESP, que também é colaborador da Nutrientes para Vida, defende que é possível fazer a adubação 30 dias antes da primavera e deixar para a retornar a frequência habitual após o início da nova estação. 

Sol, vento e outros fatores externos

Hélio lembra que sua plantinha precisa também de luminosidade. O ideal é deixá-la perto da janela, mas sem necessariamente tomar sol diretamente. "Proximidade da janela é importante pela circulação do ar e pela luz", afirma o professor. 

Ele explica que a circulação do ar é fundamental para que a planta consiga fazer suas trocas gasosas com o ambiente e respire e também complete o processo de fotossíntese. Com isso, vai garantir a absorção da água e de nutrientes. 

Mas ele alerta que é preciso evitar deixar a plantinha exposta a ventos fortes. E se a região que você mora é sujeita à geada, Alexandre ainda indica colocar uma cobertura na vegetação mais sensível. Também lembre-se de fazer a poda de galhos secos e doentes. 

Flores no inverno

E se você ainda busca plantas que floresçam no inverno , Alexandre indica azaleias, gerânios, cerejeiras, orquídeas, amor-perfeito, boca-de-leão e beijo rajado. Já quem procura uma plantinha bem fácil de ser cuidada, pode optar por suculentas. "Além de serem resistentes à falta de claridade, precisam de rega apenas uma vez por semana e resistem bem as baixas temperaturas", fala o paisagista. 

    Leia tudo sobre: casa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.