Tamanho do texto

Qual a melhor forma de se hidratar durante e depois de uma atividade física? Nutricionista explica a diferença entre as bebidas e tira dúvidas

Hidratação é fundamental para o corpo. Quando o assunto é exercício físico, isso fica ainda mais importante. Mas além de água, o que é melhor ingerir durante e depois das atividades? Um repositor energético ou uma bebida isôtonica? 

Sabe a diferença entre isotônico e energético?
Getty Images
Sabe a diferença entre isotônico e energético?


Aprenda a fazer um isotônico natural

Isotônicos e energéticos  são geralmente bebidas usadas por atletas , mas também podem fazer parte da rotina de quem frequenta academia e não e profissional. Eles contribuem para a hidratação e a reposição de nutrientes perdidos durante a prática das atividades. 

Diferença entre isotônico e energético

As bebidas isotônicas  são aquelas com repositores hidroeletrolitícos, na definição da Anvisa. Além dessas substâncias, elas têm concentrações diversas de carboidratos, sódio, cloreto, potássio, mineraos e vitaminas. Atuam na reposição hídrica e eletrolítica. São os mais utilizados por frenquentadores de academia e esportistas em geral. 

Também de acordo com a Anvisa, os repositores energéticos devem conter 90% de carboidrato. Os nutrientes deste produto fazem com o atleta alcance ou mantenha o nível de energia adequado para determinada atividade física. 

Quando usar isotônicos ou energéticos?

Essas bebidas não devem ser ingeridas como água e cada uma tem a sua função, como explica a nutricionista comportamental Patrícia Cruz. Os isotônicos são recomendados para quem faz atividades intensas e de longa duração. 

“Essas bebidas são indicadas quando ocorre a perda de sódio por meio da sudorese, ou seja, do suor, transpiração. A reposição desse mineral é importante para auxiliar na maior absorção da água e carboidratos pelo intestino durante e após a atividade física”, afirma a nutricionista. 

Mas é preciso atenção ao beber isotônicos. Eles são calóricos e, se a queima de calorias não for significativa durante a atividade, uma garrafinha dessa bebida pode fazer você perder todo o trabalho, ou parte dele. 

Atividades mais intensas, como o triatlo, exigem hidratação e repositores energéticos
COB/Divulgação
Atividades mais intensas, como o triatlo, exigem hidratação e repositores energéticos


Além disso, as hidroeletrolíticas contém sódio e isso pode contribuir para elevar a pressão. Segundo Patrícia, o isotônico é contraindicado para paciente hipertensos. 

Já os repositores energéticos contribuem para a reposição de glicogênio. Eles ajudam a "evitar a fadiga e o stress que ocorre durante e após o exercício físico", detalha a nutricionista. Ela ainda completa: "Os repositores melhoraram a resistência física, aumentam a concentração, evitam o sono, dão uma sensação de bem-estar". 

Assim como os isotônicos, essas bebidas são indicadas para quem pratica atividades intensas e de longa duração. E, nesse caso, não há contraindicação. 

Qual bebida escolher?

De acordo com Patrícia, alguns fatores como clima e esforço devem ser levados em conta ao escolher sua bebida. Se o clima estiver seco, vale optar pelo isotônico para se manter bem hidratadado. Atividades exaustivas, como triatlo ou uma maratona aquática, pedem algo a mais, como os repositores, afinal, o atleta irá se exercitar e também ficar um período sem se alimentar. 

Também beba água

Não se esqueça que beber água também é essencial ! Liane Buchman, nutricionista clínica e esportiva da Body Health, dá dicas para ingerir o líquido e não ficar com aquela sensação que tem um aquário no estômago durante os exercícios. Ela lembra que o ideal é já começar o exercício bem hidratado. Para isso, você pode beber 500ml de água aproximadamente duas horas antes das atividades. 

E não se esqueça de continuar a hidratação durante a atividade. A recomendação é beber de 500ml até 1 litro de água a cada uma hora de prática. Não precisa ser tudo de uma vez. Beba aos poucos, para não passar mal. 

Escolha a sua atividade preferida e lembre-se de levar sua garrafinha de água, isotônico ou repositor energético. 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.