Estimular colágeno e renovar a pele sempre foi tarefa de lasers e ácidos, que costumavam deixar a pele vermelha, irritada e descamando. Novas tecnologias cosméticas, porém, apresentam outros tipos de tratamento, eficazes e menos agressivos. Confira as dicas dos especialistas. 

resveratrol
Divulgação

Resveratrol

Resveratrol nos cosméticos noturnos : “O resveratrol é capaz de ativar a sirtuína-1, proteína que age no aumento da longevidade celular”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da ISAPS (International Society of Aesthetic Plastic Surgery) e do American College of LifeStyle Medicine. O ativo impede os danos causados pelos radicais livres, aumenta a quantidade de fibras de colágeno e elastina e melhora a densidade e integridade da pele.

Vitamina C tópica
Divulgação

Vitamina C tópica

Vitamina C tópica diariamente : A vitamina C é um antioxidante, o que significa que combate os radicais livres prejudiciais, ou seja, toxinas que entram em contato com a pele por meio de fontes externas, como a poluição do ar, ou de dentro do corpo como resultado de processos normais, como o metabolismo. "Os radicais livres podem causar danos à pele, como destruição do colágeno, e a aplicação de vitamina C tópica pode combater os radicais livres e melhorar sua aparência geral”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance. A vitamina C também trata rugas finas e grossas do rosto e pescoço, bem como melhora a textura da pele. “Ela garante ação antiaging, de reestruturação da derme com ação antioxidante global e estímulo da síntese de colágeno, além de ação despigmentante”, diz Maria Eugênia Ayres, farmacêutica e gestora técnica da Biotec Dermocosméticos.

Upgrade com peptídeos
Divulgação

Upgrade com peptídeos

Upgrade com peptídeos : Você já ouviu falar em peptídeos? Essa é uma aposta relativamente recente do mercado cosmético, mas cheia de embasamento científico. Os peptídeos são uma cadeia curta de aminoácidos que servem como blocos de construção das proteínas. Eles têm várias ações. Um dos novos expoentes dessa estratégia no mercado é o Telomerase Complex, um blend de biopeptídeos miméticos, presente no Be Ageless, sérum anti-idade da Be Belle. “Ele é capaz de atuar justamente sobre os telômeros, que são a chave do envelhecimento, para protegê-los e reverter os danos ao DNA, assim prolongando a longevidade celular, restaurando os níveis de colágeno e desacelerando o processo de envelhecimento, o que resulta na melhora dos sinais da idade, como rugas, manchas e flacidez, e recuperação da firmeza, luminosidade e contorno facial, com efeito tensor, lifting e antigravidade”, destaca Ludmila Bonelli, especialista em dermatocosmética e diretora científica da Be Belle.

Bioestimuladores injetáveis
Divulgação

Bioestimuladores injetáveis

Bioestimuladores : A estratégia de usar bioestimuladores injetáveis é justamente poder aplicá-los diretamente no alvo. "Os bioestimuladores de colágeno injetáveis (ácido-L-poli-láctico e hidroxiapatita de cálcio) podem ser realizados até mesmo antes de liftings. Eles ajudam a aumentar a quantidade de colágeno na pele e aumentar a espessura da derme. Com isso, temos uma pele mais firme e mais espessa", explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Lasers poderosos
Divulgação

Lasers poderosos



Lasers poderosos : Os lasers funcionam gerando um comprimento de onda de luz que é absorvido por um alvo específico na pele. Alguns comprimentos de onda têm como alvo a cor vermelha das cicatrizes de acne e vasos sanguíneos, outros agem na melanina (o pigmento que dá cor à pele) para eliminar manchas escuras e alguns removem pelos indesejáveis. Para minimizar as rugas, alguns lasers são absorvidos pela água, estimulam novo colágeno e deixam linhas finas muito menos visíveis - esse processo é geralmente conhecido como resurfacing da pele. Quando falamos de pele, a ablação é a remoção da pele superficial por vaporização. “Já lasers não ablativos têm como alvo tecidos mais profundos e não ferem a camada superficial. Os tratamentos dos lasers ablativos, por definição, levam mais tempo para cicatrizar (três a dez dias) do que os não ablativos, que levam de horas a poucos dias”, afirma o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Segundo ele, existem muitos lasers que vão agir profundamente sem tirar o paciente da sua rotina (isto é, sem necessidade de repouso), como é o caso do Multistation, que consegue fazer um bioestímulo de colágeno aquecendo as camadas mais profundas, ou a novidade do laser ultrarrápido Pico Ultra 300. “Esse laser de picossegundos promove uma reorganização das fibras de colágeno, além de aumento da produção dessas proteínas de sustentação da pele. Tudo isso sem danificar a primeira camada da pele, o que traz uma grande vantagem, já que promove um rejuvenescimento sem downtime, ou seja, sem afastar o paciente das atividades diárias”, diz o Dr. Abdo.

Ultrassom microfocado
Divulgação

Ultrassom microfocado



Ultrassom microfocado : Ainda no consultório médica, outra tecnologia associada ao estímulo de colágeno é o ultrassom microfocado, que promove mais firmeza na pele. “A tecnologia de ultrassom microfocado emite energia mecânica através das ondas de ultrassom, que fazem micropontos de coagulação sob a pele para tonificar o tecido cutâneo, estimular a produção de colágeno e conferir efeito lifting, o que dá fim à flacidez presente na área tratada”, explica a cirurgiã plástica Dra. Beatriz Lassance, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e da Isaps (International Society of Aesthetic Plastic Surgery). De acordo com a especialista, os transdutores emitem ondas de ultrassom que penetram profundamente no tecido, permitindo assim o tratamento de diversas camadas da pele. “O procedimento é extremamente seguro, pode ser realizado em todos os tipos de pele e é bem tolerado pela maior parte dos pacientes, pois apresenta nível de dor de baixo a moderado, além de ser realizado sob o efeito de anestésico tópico. As sessões são rápidas, com o tempo de duração variando de acordo com o local de aplicação e a quantidade de áreas tratadas. No geral, cada sessão facial dura entre 15 e 40 minutos”, afirma a cirurgiã plástica. Já é possível ver melhora significativa após a primeira sessão e os resultados continuam a aparecer durante os três meses seguintes.

Suplementos
Divulgação

Suplementos


Suplementação : Por fim, é necessário lembrar que uma boa alimentação faz diferença para manter os resultados. E a suplementação também vale a pena. Segundo a nutricionista Luisa Wolpe Simas, consultora de nutrição integrada da Biotec Dermocosméticos, a suplementação com Exsynutriment também é interessante para estimular colágeno até mesmo para potencializar o resultado de tratamentos médicos: “O silício estabilizado em colágeno marinho estimula a produção de colágeno, elastina e ácido hialurônico que confere melhora do tônus da pele e diminuição da flacidez”, afirma a nutricionista. Outros ativos que ajudam nessa tarefa via oral são: In.Cell, Vitamina C, Bio-Arct e Glycoxil.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários