Testamos a linha Chronos Antioleosidade. Veja o que achamos de cada item.
Divulgação
Testamos a linha Chronos Antioleosidade. Veja o que achamos de cada item.


Apesar da minha pele estar mais para normal/sensível, no verão  sempre sinto um certo aumento de oleosidade no rosto. Por esse motivo, fiquei superanimada quando recebi a linha Chronos Antioleosidade para testar. De cara, já gostei de ser uma linha enxuta: quatro para fazer a rotina diária de três passos que eu gosto de fazer. No caso limpar, tonificar e hidratar. 


Usei a linha durante todo o mês de janeiro e, em geral, achei o resultado bastante satisfatório: pele limpa e hidratada sem aquela sensação de cara esticada. As embalagens são fáceis de manusear e possuem uma boa quantidade de produto, o que, ao meu ver, compensa o investimento.

O único "senão" da linha como um todo, para mim, foi o cheiro. Não é ruim, lembra aqueles produtos que dermatologista receita. Ou seja, não é superperfumado, o que particularmente me agrada mais, mas como o foco é a pele e não o perfume, ok.

Com o passar das semanas o aspecto da pele em geral melhora, com linhas de expressão e marcas menos aparentes e com a grande promessa da linha comprida: pele com menos oleosidade, poros reduzidos e um bom tratamento anti-idade.

Avaliação de cada item

Testando a máscara da linha
Arquivo pessoal
Testando a máscara da linha


O sabonete Limpeza Purificante (R$ 62,80) promete uma limpeza profunda sem agredir a microbiota da sua pele, desobstruindo poros e removendo imediatamente o excesso de oleosidade. Já gostei de cara porque uma pequena quantidade dá para limpar todo rosto e pescoço. Funciona muito bem as esponjas massageadoras (como as da Foreo) e não deixa aquela sensação de ressecamento comum a vários sabonetes faciais. 

Você viu?

A Solução Purificante Antioleosidade (R$ 79) foi o único item que eu não gostei. Esperava que deixasse o rosto mais sequinho, mas tive a sensação de que minha pele ficava meio grudenta depois do uso. Usei por duas semanas e acabei desistindo e voltando para a água micelar que uso normalmente. Em compensação, os demais itens são só elogios. 

O Protetor Antioleosidade FPS 30 Incolor (R$ 74,30) é um dos produtos com proteção solar mais sequinhos que já usei. Com prebiótico de babaçu, ele mantém a pele hidratada o dia inteiro com os poros bem fechadinhos. Poucos minutos depois de aplicar o rosto fica completamente sem brilho e macio, nem parece que passou algo. É muito bom para aplicar antes da maquiagem e uma boa opção para quem trabalha o dia todo diante do computador e quer deixar a pele protegida da luz do monitor. 

Também gostei muito do Sérum Noturno Antioleosidade e Poros (R$ 149,90). A proposta é recuperar o equilíbrio da microbiota da pele e corrige imperfeições da pele oleosa e reduzir o tamanho e quantidade dos poros visíveis em até 78% e promover redução progressiva da oleosidade da pele com o uso contínuo. 

Para alguém que tem pele normal/sensível, eu não tenho problemas com poros dilatados e não esperava ver tanta diferença com esta linha. Mesmo assim me surpreendeu positivamente. Para começar, a embalagem tem um aplicador inteligente, que te impede de entrar em contato com o produto, evitando contaminações.

Ele libera apenas a quantidade necessária e um pouquinho é suficiente para espanhar pelo rosto e pescoço sem sobrar nem falta. A pele fica macia, não gruda no travesseiro e você acorda com pele de diva. Se tiver de escolher só um vai nesse que é sucesso. 

Para terminar, meu produto preferido da linha: a Máscara de Argila Purificante (R$ 149,90). Eu adoro máscaras de argila, é um ingrediente que dá muito certo na minha pele. Em geral, utilizo o branca, mas adorei o resultado desta, feita com argila verde. A proposta é alimentar a microbiota e fortalecer a barreira cutânea e reduzindo imediatamente a produção de oleosidade, poros e acne. 

A máscara vem numa embalagem muito bonita e boa para levar em viagens (eu sou o tipo de perua que leva máscara para fazer quando viaja). Espalha fácil, tem uma cobertura excelente, além de não escorrer nem não esfarelar (o que é bem comum em máscaras de argila).

Senti uma certa ardência durante a aplicação, mas nada que fosse insuportável a ponto de ter que correr para lavar o rosto ou que me deixasse com a pele irritada depois. Pelo contrário, o efeito é de pele macia, poros bem fechadinhos e aquela sensação gostosa de fazer uma máscara de diva de cinema que a gente merece.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários