No sábado (5), Andressa Urach fez uma publicação no Instagram lembrando o coma que enfrentou em 2015 após complicações por aplicar hidrogel. “Serei sempre grata a Deus e aos médicos, que um dia ajudaram a salvar a minha vida! Foram 22 cirurgias para a retirada do hidrogel. Infelizmente o PMMA (bioplastia) não sai e é pior que o hidrogel”, começou escrevendo. 

andressa urach hospitalizada
Reprodução/Instagram
Andressa Urach hospitalizada em 2015 após complicações por aplicar hidrogel

Ela aproveitou para fazer um alerta às mulheres que a seguem: “Não coloquem essas substâncias no corpo! O resultado não vale o risco, pois na maioria dos casos há formação de nódulos, enrijecimento da região, infecção, alergias, dor crônica, rejeição do organismo e até necrose do tecido. O corpo rejeita e tenta expelir de todo jeito!”. 

Andressa também comentou sobre nem sempre ser possível fazer a retirada do produto e que o “risco de morte é altíssimo”. “Foi em umas dessas tentativas que eu cheguei à sepse e fiquei em coma”, lembrou.

Ela finaliza recomendando o trabalho dos profissionais que a ajudaram na retirada do hidrogel do corpo. “Tive que assumir os risco e ser responsável pelas possibilidades de dar certo ou não. Mas minha maior recomendação hoje é: não aplique essas substâncias no corpo!”. 


    Veja Também

      Mostrar mais