Tamanho do texto

Esse estilo de trança é ideal para cacheadas, crespas ou em fase de transição

"Trançada", foi assim que Camila Pitanga anunciou o novo visual pelo Instagram. A atriz global é a nova adepta das box braids (ou "tranças caixa", em tradução livre), um tipo de trança bem comum entre as cacheadas e crespas, especialmente mulheres em transição capilar. Mas como aderir à essa moda? O Delas te dá as dicas e mostra inspirações!

Leia também: Tem cabelo cacheado? Veja 5 dicas baratas para manter seus cachos definidos

Camila Pitanga arrow-options
Reprodução/Instagram/caiapitanga
Camila Pitanga compartilhou foto do novo visual com box braids na quarta-feira (9) em sua conta no Instagram

As principais dicas para quem quer apostar nas box braids são: procure um profissional que seja especializado em tranças e tenha referências. "Não aconselho fazer sozinha em casa, pois são muito detalhadas e o trabalho é demorado, podendo levar de quatro a 10 horas", diz Rudi Werner, hair stylist do Werner Coiffeur. 

Segundo ele, a técnica consiste em unir fios de fibra sintética, como lã, jumbo e kanekalon, aos fios naturais, em toda a extensão do cabelo, para fazer tranças soltas e individuais. "A lã é uma opção mais versátil e acessível, pois é mais barato e possui diferentes tonalidades. Já a jumbo é muito procurada pois é a mais próxima do cabelo natural. E a kanekalon, muito parecida com a jumbo, se diferencia por ser um material mais pesado", completa. 

“Também é importante tomar cuidado para colocar a quantidade adequada de cabelo, para não pesar muito e acabar quebrando os fios naturais”, acrescenta Daniela Albuquerque, a hair stylist do Jacques Janine Fashion Mall.

E, afinal, quem pode apostar nesse estilo de trança? A profissional indica principalmente para quem tem cabelos crespos  e cacheados. "Não é muito recomendado para quem tem cabelo liso, pois a aderência do material não é a mesma e o fio não possui a mesma resistência que o crespo. A aplicação é a mesma, mas a durabilidade não", explica. 

As tranças box também podem ajudar mulheres que estão passando pela  transição capilar  , já que protege os fios e estimula o crescimento, acelerando o processo de transição. "Além disso, elas disfarçam as diferenças de curvaturas”, complementa Rudi.

Cuidados e manutenção com as box braids

A lavagem é o cuidado mais essencial para quem quer aderir às tranças. "Isso v ai depender da oleosidade do seu couro cabeludo, mas o cabelo deve ser lavado pelo menos uma vez por semana", indica o hair stylist do Werner Coiffeur. 

Nessa lavagem, não é recomendado usar  shampoo anti-resíduo ou condicionador — se quiser, opte por um produto fluido e enxague bem — e é preciso ter atenção para esfregar de forma suave. "Opte sempre pela secagem natural e quando precisar usar secador use em velocidade e temperatura baixas", completa o profissional. 

Leia também: Cabelo black power: como cortar e cuidar dos fios cacheados e crespos?

E não é só Camila Pitanga que caiu nas graças das box braids  . Outras famosas, como Iza, Taís Araújo, Rihanna e Ludmilla são outras mulheres que apostaram na ideia; veja:  

Iza arrow-options
Reprodução/Instagram/iza
A cantora Iza apostou nas box braids e fez um penteado, prendendo as tranças em um rabo de cavalo longo


Taís Araujo arrow-options
Reprodução/Instagram/taisdeverdade
Taís Araujo também apostou no rabo de cavalo para usar as box braids, mas em um comprimento mais curto


Rihanna arrow-options
Reprodução/Instagram/badgalriri
Rihanna é uma das famosas adeptas das box braids e pode ser uma inspiração para quem ser se inspirar


Ludmilla arrow-options
Reprodução/Instagram/ludmilla
Ludmilla também gosta de usar as box braids mais longas e soltas, mostrando o 'cabelão' para jogo