Tamanho do texto

Na vida real, a atriz Francesca Curran é praticamente o oposto de sua personagem no seriado da Netflix, a prisioneira tatuada "Skinhead Helen"

A atriz Francesca Curran faz parte de um seleto grupo de mulheres que vive as famosas detentas de “ Orange Is the New Black ”, seriado da Netflix. Entretanto, diferentemente de profissionais como Ruby Rose e Uzo Aduba, quase acabou não sendo reconhecida pelo trabalho por conta da grande transformação que sofre para entrar na pele da “Skinhead Helen”.

Leia também: O que você quer saber sobre maquiagem, mas tem vergonha de perguntar

Apesar de Francesca já estar mostrando sua transformação desde 2016 na telinha, só agora a mídia internacional a noticiou
Instagram/francesca_curran/Divulgação
Apesar de Francesca já estar mostrando sua transformação desde 2016 na telinha, só agora a mídia internacional a noticiou

Se no dia a dia Francesca costuma desfilar com longos fios de cabelo, gosta de maquiagem, acessórios e se interessa por moda, na série ela passa por uma incrível transformação para viver uma personagem que é o oposto disso.

Helen é uma das prisioneiras da penitenciária de Litchfield. Ela usa os cabelos raspados e tem tatuagens espalhadas pelo corpo, incluindo estrelas pretas no rosto e um “100%” no pescoço. Apesar da participação da atriz já estar ocorrendo desde o ano passado, o assunto na mídia internacional só veio a tona agora.

Leia também: Maquiagem artística faz sucesso no Instagram com transformações inacreditáveis

O que seria absurdamente difícil para algumas atrizes, para Francesca, de 24 anos, foi uma “incrível oportunidade” como atriz. "Para ser honesta, quando me foi oferecido o papel, foi um despertar para mim, porque eu estava vivendo em uma bolha sobre todas essas coisas da supremacia branca", afirmou a jovem em entrevista ao site “Nylon”. "Estou muito agradecida com o papel porque tive de fazer tantas pesquisas.'"

Como ela lida com as diferenças

Francesca deixou seu lado pessoal para se transformar em uma pessoa totalmente diferente. Ela raspou o cabelo ainda em 2015, e, de acordo com um post que compartilhou em sua página no Instagram, “foi uma experiência das mais assustadoras e de abrir os olhos”. Ela afirma que é preciso ter coragem para fazer o que a gente quer, mas que vale a pena.

Leia também: Jovem com deficiência chamada de feia faz tutorias de maquiagem contra bullying

Em sua página na rede social, não deixa de brincar com a transformação com fotos de antes e depois da caracterização . “Quando você está com muita fome. E quando você vê sua comida chegando”, brincou a atriz em um dos posts.


    Leia tudo sobre: Maquiagem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.