Tamanho do texto

Saiba um pouco mais sobre o assunto que assusta muitas mulheres no mundo inteiro e como evitar a perda dos fios

A queda de cabelo é um problema comum e que atinge milhões de homens e mulheres no mundo todo. Mas claro, é fundamental que se faça uma distinção entre queda de cabelo e calvície, que são problemas completamente diferentes. Geralmente, os homens sofrem mais com a calvície ou alopecia androgenética. Mulheres também sofrem desse mal, mas os casos são mais raros.

+ 10 dicas para ter cachos perfeitos

Queda excessiva é percebida facilmente
Getty Images
Queda excessiva é percebida facilmente


Por outro lado, uma queixa muito frequente entre as mulheres - hoje em dia - é a queda de cabelo . Mas o quanto é comum o cabelo cair durante o banho, quando mexemos nele, ou até mesmo quando penteamos? Quando a queda de cabelo é um problema de saúde?

O processo de cada fio de cabelo passa por três fases: a fase do crescimento , a anágena, que dura de três a cinco anos; a fase catagena , quando os fios param de crescer e o normal é durar três semanas; a fase telógena , que também é chamada de fase de queda dos fios.

+ Hits do verão: conheça os cortes e cores que farão sucesso nos cabelos

Quando seu cabelo cair , observe se o branquinho na ponta do fio cair junto. Se isso acontecer, é sinal de que o ciclo do cabelo não foi completado. Muitas pessoas acreditam que a pontinha branca é a raiz, mas não é! Esse detalhe é a mucina, que prende o cabelo no folículo.

Causas da queda de cabelo

Uma das diversas causas para esse acontecimento é a patológica, como doenças da tireoide, deficiência de ferro, amamentação, doenças infecciosas e autoimunes, entre outras. Somente através de exames pedidos pelo médico dirá a causa exata da perda de cabelo, que vai determinar a quantidade de cabelo perdido, a velocidade com que isso acontecerá e que locais do corpo sofrerão mais com a perda de fios .

A oleosidade também pode aumentar a queda de cabelo, facilitando a proliferação de fungos, causando coceira, descamação do couro cabeludo, o que prejudica os fios e faz cair. Mas nesse caso, o tratamento é bem simples: cabelo bem lavado!

Buscando ajuda médica

Se você percebeu que o seu cabelo está caindo demais , a primeira coisa a se fazer é procurar um médico. Pode ser que isso seja apenas uma queda normal, mas vale conferir se não é algo mais grave, principalmente antes dos 20 anos de idade.

Na consulta médica

Na hora da consulta, descreva ao seu médico com que frequência nota queda de cabelo e qual a quantidade de fios perdidos por dia - pode ser uma média, não se preocupe em contar fio por fio. Aproveite a conversa para tirar todas as suas dúvidas e realize todos os exames que solicitarem. Para se preparar, veja alguns exemplos do que o especialista pode te perguntar:

-Você está perdendo cabelo apenas do couro cabeludo ou de outras partes do corpo também?
-Teve alguma doença recentemente?
-Você tinge o cabelo?
-Você seca seu cabelo com secador? Com que frequência?
-Com que frequência você lava seu cabelo?
-Que tipo de xampu, spray fixador, gel ou outro produto você usa no cabelo?
-Passou por alguma situação de estresse recentemente?
-Tem o hábito de arrancar fios de cabelo ou coçar o couro cabeludo?

Tratamentos

Antes de qualquer tipo de tratamento, é preciso descobrir o motivo da queda. Um opções pode ser do uso de loção à base de latanoprosta, uma substância usada em colírios para tratar glaucoma - por mais incrível que pareça. Esse composto faz crescer novos fios e evita a perda antes do tempo comum. Já o minoxidil é uma loção capilar que tem ação vasodilatadora. Ele evita que o cabelo caia e pode estimular o crescimento em algumas áreas, como a coroa.

Outro tipo de tratamento é o microagulhamento, onde são feitos pequenos furinhos no couro cabeludo, provocando um leve sangramento na região - liberando o plasma rico em plaquetas e aumentando a vascularização, responsáveis por gerarem a formação dos fios de cabelo.

+ 7 mitos e verdades sobre a saúde dos cabelos


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.