Tamanho do texto

Cirurgião plástico esclarece dúvidas sobre a região da boca e conta quais são os procedimentos cirúrgicos do momento para lábios mais bonitos

Muitas vezes nos espelhamos na aparência impecável das estrelas e as novidades lançadas por elas não demoram a se tornar tendência. Boca mais jovem e volumosa , igual das celebridades como Jennifer Lawrence, Scarlett Johansson e Jennifer Garner, por exemplo, causaram um aumento na procura por procedimentos cirurgicos para tornar os lábios mais bonitos .

+ Quero mais é beijar na boca! Quantas calorias você queima no beijo?

Boca mais jovem: o que fazer para rejuvenescer os lábios
Getty Images
Boca mais jovem: o que fazer para rejuvenescer os lábios

A cada 20 minutos é feito um procedimento cirurgico para deixar a boca mais jovem, segundo pesquisa da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS). Espantoso, não é?  “Há dezenas de opções terapêuticas para o rejuvenescimento dos lábios, permitindo atender desde as necessidades de uma adolescente, por exemplo, até a reversão das alterações acumuladas ao longo das décadas em uma paciente da terceira idade” diz o cirurgião plástico Rodrigo Rosique.

O que acontece com a boca com passar dos anos?

O especialista explica que, com o o tempo, a região dos lábios perde volume e se torna flácida. “Isso faz com que os lábios se invertam em direção à boca, a altura do lábio superior aumente e os cantos da boca caiam”. Além dessas alterações, a pele em pacientes de idade mais avançada apresenta rugas. Todas estas alterações não são revertidas na cirurgia de lifting de face tradicional.

+ Batom ou gloss? Como abusar do vermelho sem errar

O que fazer para ter uma boca mais jovem?

Segundo o Dr. Rosique, quando a perda de volume na região é sutil, o procedimento pode ser feito com o uso de gordura ou ácido hialurônico. “Recentemente, foram lançadas formulações do ácido hialurônico, específicas para os lábios com maior fluidez e menor densidade. Isso nos ajuda a evitar nódulos ou o resultado com aspecto artificial”.

Em casos de alterações mais avançadas, geralmente o cirurgião associa um procedimento cirúrgico, como a eversão do lábio inferior, quando este está retraído. “Essa eversão é feita a partir de um avanço discreto da parte vermelha do lábio”, explica o Dr. Rosique.

Há, ainda, a opção de ressecção do excesso de lábio superior, que causa apenas uma pequena cicatriz junto às narinas. “O levantamento dos cantos da boca por meio da cirurgia de rotação de retalhos também é uma opção utilizada”.

+ Dia do batom: Aprenda truques para uma boca perfeita

Tratar a pele ao redor da boca é muito importante

Em conjunto com os procedimentos citados, é fundamental que a pele da paciente não seja esquecida. “A pele deve ser tratada para retirar as rugas em código de barras, seja com dermabrasão, radiofrequência, peelings químicos ou lasers de erbium ou CO2”, conta o Dr. Rosique. Segundo o especialista, a escolha do tratamento correto deve ser discutida entre o paciente e o cirurgião plástico ou dermatologista responsável pelo acompanhamento do caso.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.