Até onde uma mulher vai para descobrir uma traição? a fisioterapeuta Adriana*, de 40 anos, ultrapassou o que até ela acreditava ser o seu próprio limite. Em 2014 ela conheceu Daniel, um homem 15 anos mais velho que, apesar de ter ajudado ela em sua carreira, sempre foi muito indeciso sobre a relação dos dois. Ignorar mensagens, sumir por um dia, cancelar planos em cima da hora, tudo isso fez parte da rotina de Adriana por cinco anos.


Ao invés de mexer no celular do companheiro, Adriana usou uma técnica mais
Freepik / Reprodução
Ao invés de mexer no celular do companheiro, Adriana usou uma técnica mais "tradicional"


No fim de 2019, o relacionamento já estava em crise. Adriana não confiava no namorado e tinha crises de ciúmes frequentes, o que fez com que Daniel se afastasse e eles passassem a sair cada vez mais juntos. Daniel passou a sair com as colegas da aula da dança de salão, o que piorou o ciúmes de Adriana.

Você viu?

“Uma vez ele me disse que eu era ciumenta e possessiva demais, que se eu quisesse continuar com ele, deveria aceitar que ele saísse com as amigas da dança de salão nos fins de semana. E eu aceitei, porque estava cega de amor”, conta Adriana.

O relacionamento foi ficando tão incerto que Adriana passou a contar as camisinhas que eles mantinham guardadas para saber quando ele usasse e não fosse com ela. Diversas vezes ela foi apontar a “falta” de uma camisinha e o argumento era o mesmo: “você está louca de possessividade”.

Um dia, porém, um pacote inteiro fechado de preservativos sumiu da casa e Adriana decidiu que naquele dia ela enquadraria ele e terminaria tudo, mas mais uma vez a situação de sempre se repetiu, ele negando a qualquer custo e a acusando de estar inventando coisas. Mas, dessa vez, Adriana não se sentiu culpada nem se desculpou.

“Ele foi tomar banho e deixou a cueca no chão, eu estava tão louca que peguei e fui cheirar, era esperma puro, porque às vezes sai e ele não tomou banho depos do sexo, pelo jeito. Sabe o que ele me falou? Que ele tinha um problema na próstata que saia esperma sem ele sentir “, conta.

A resposta só intensificou o desejo de Adriana de botar um fim na história. Foi  que ela fez, nem discutiu, apenas fingiu que acreditou e foi embora. Ela diz que ainda o ama, mas que depois de 5 anos de mentiras e fingimentos, não tinha como a relação continuar. “Aquela cueca suja foi o que me libertou no fim”, desabafa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários