Tamanho do texto

O Delas perguntou o que mais desanimam as mulheres durante o sexo; veja

Na hora do sexo, o casal precisa estar em sintonia para que o momento seja prazeroso e agradável para ambos. Apesar deste ser o cenário perfeito, nem sempre as coisas acontecem como deveriam. E isso porque algumas atitudes dos parceiros deixam as mulheres brochadas na hora H e atrapalham o clima.

Leia também: Mulheres revelam os cinco hábitos que mais odeiam na hora do sexo 

mulher decepcionada na cama arrow-options
shutterstock
O Delas conversou com diversas mulheres que apontam o que as deixam brochadas na hora do sexo; confira a lista

Para saber quais comportamentos dos homens fazem o público feminino brochar durante o sexo , o Delas conversou com algumas mulheres para saber o que as deixam incomodadas durante o ato sexual. Veja a lista com as respostas:

  1. Homem que fica falando no diminutivo;
  2. A clássica do querer imitar pornô;
  3. Quando perguntam "Foi bom pra você?" ou “Está gostando?”;
  4. Macho pagando de galã na hora de tirar a roupa;
  5. Quando dizem"Não gosto de usar camisinha";
  6. A dificuldade em tirar o sutiã;
  7. Ficar focando em só uma parte do corpo por muito tempo;
  8. Querer começar todo o processo da coisa com penetração logo de uma vez;
  9. Não falar em qual posição quer que eu fique;
  10. Ter nojinhos (fazer o oral e não querer beijar depois);
  11. Fazer sexo com a televisão ligada e não prestar atenção no sexo;
  12. Quando sai pum vaginal e ele pergunta ‘o que foi isso?’;
  13. Homem que não sabe fazer sexo oral;
  14. Quando ele faz barulho e dá gemidos;
  15. Quando ele fica pedindo para trocar toda hora de posição;
  16. Fazer sexo no chuveiro, pois parece que o pênis é de “borracha”;
  17. Perguntar se está machucando como se o pênis fosse “de um cavalo”.

Leia também: Sexóloga lista 12 atitudes brochantes que desanimam qualquer um na hora H

Como fazer o sexo ser prazeroso? 

Falar sobre sexo com o parceiro é fundamental para que a relação flua naturalmente. Em entrevista prévia ao Delas , Margareth Signorelli, coach de relacionamento e sexualidade, diz que o primeiro passo é abrir diálogo.“Como o parceiro vai saber suas preferências e onde você mais gosta de ser tocada se vocês não falarem sobre o assunto?”, questiona.

Vale ainda mostrar suas intenções para aumentar a intimidade entre os dois. “Deixe claro o que você precisa, fale se você quer mais qualidade ou quantidade. Não se intimide e fale sobre como gosta de ser tocada”, orienta Margareth.

Em seu site , a sexóloga Tracey Cox defende que isso não quer dizer ter uma conversa séria e formal, mas algo descontraído e leve, como “isso está ótimo” ou “talvez isso seja um pouco demais”. Assim, é possível saber o que cada um gosta para evitar situações constrangedoras e, até mesmo, brochadas durante o sexo .