Tamanho do texto

Mulher diz aceitar situação por não gostar de fazer sexo e acredita que isso não é um problema para a relação, desde que ele não se apaixone por outra

Enquanto algumas mulheres se divorciam do parceiro ao descobrir uma traição, uma mulher afirma que esse não é um problema para o seu casamento. Kristy, esposa de Steve, conta ao site “Kidspot” os motivos que a levaram a aceitar uma traição e como isso não é uma questão para ela.

Leia também: Mulheres brasileiras buscam mais traição do que homens; veja perfil dos infiéis

Esposa diz não gostar de fazer sexo com o marido e, por isso, permite que ele traia ela com mulheres mais novas
shutterstock
Esposa diz não gostar de fazer sexo com o marido e, por isso, permite que ele traia ela com mulheres mais novas

De acordo com a esposa , ela e o marido estão juntos desde a universidade. Desde que começaram a sair, os dois viajaram pelo mundo, moraram no exterior e tiveram dois filhos juntos: Bella, 9 anos, e Max, 7 anos. Para quem vê de fora, eles parecem uma família tradicional como qualquer outra. No entanto, há alguns anos Steve mantém casos extraconjugais .

“Eu percebi isso há alguns anos atrás, quando Steve me disse que tinha que ficar no escritório, mas eu vi seu carro em ao lado de um pub quando sai para comer peixe e batata frita com as crianças”, fala. Kristy conta que sabe que o marido se relaciona com mais quatro mulheres: Kate, Rosie, Chantel e Grace.

Leia também: Traição tem hora marcada: saiba qual dia e horário eles costumam ver as amantes

Esposa aceita traição

Apesar de a traição ser dolorosa, esposa aceita a situação pois ainda ama o marido e quer manter seu casamento
shutterstock
Apesar de a traição ser dolorosa, esposa aceita a situação pois ainda ama o marido e quer manter seu casamento

Apesar de que a traição ser algo doloroso, Kristy explica que ela não pode dizer para Steve parar, já que ela não gosta de sexo e não está interessada no assunto desde que os filhos nasceram.

“Quando eu era criança, fui vítima de uma agressão sexual que eu nunca consegui superar. Eu tive namorados e uma vida sexual normal o suficiente como todo mundo, mas eu sempre senti que estava apenas fingindo ser normal”, explica.

“Então, quando Steve e eu nos conhecemos, fizemos muito sexo e, mesmo depois de casados, isso continuou por um tempo. Mas, aos poucos, começou a diminuir, e eu nunca me senti motivada a tentar melhorar a situação”, completa.

Leia também: Traição: o que é considerado infidelidade para os casais? Estudo responde

A esposa diz que não se incomoda com o fato de Steve sair em busca de sexo, mas que o seu maior medo é que ele se apaixone por outra mulher. Afinal, ela ainda o ama apesar da traição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.