Tamanho do texto

Fortalecer a autoestima, resgatar a própria essência e romper com velhos padrões fazem parte do processo de superar uma traição. Veja mais dicas

Nunca é fácil lidar com uma traição e, quando falamos sobre sentimentos, não existe certo ou errado sobre como agir diante da situação. Algumas pessoas escolhem perdoar, outras acabam se vingando e tem aquelas que decidem terminar o relacionamento. Mas a questão é: como superar uma traição?

Saber como superar uma traição não é simples e o processo exige força de vontade para quebrar com antigas ideias
shutterstock
Saber como superar uma traição não é simples e o processo exige força de vontade para quebrar com antigas ideias

Não é simples saber como superar uma traição , mas alguns questionamentos podem ser feitos para conseguir trilhar o melhor caminho para você. Bruna Stamato, autora do livro “Você merece um amor bom”, que desmistifica a cultura do amor e faz a mulher refletir sobre seu posicionamento diante das escolhas amorosas, sugere as seguintes perguntas: “Eu consigo viver com essa traição? A falta que o outro vai me fazer é maior do que o meu amor próprio e o respeito por mim?”.

Como superar uma traição em 3 passos

Fortalecer a autoestima e romper com velhos padrões fazem parte do processo de saber como superar uma traição
shutterstock
Fortalecer a autoestima e romper com velhos padrões fazem parte do processo de saber como superar uma traição

Depois de viver a fossa, é hora de refletir sobre o que aconteceu e colocar alguns comportamentos em prática para romper com as consequências ruins que a traição acarreta na autoestima da mulher.

Passo #1: elimine a culpa

O primeiro passo é eliminar a culpa de que você foi a responsável pela traição. “O que precisamos ter em mente é que não somos responsáveis pelo comportamento do outro. Trair é uma escolha e essa foi a escolha dele. Se alguém precisa se sentir culpado, que seja ele, não você”, comenta Bruna.

Para a autora, é fundamental ter isso em mente para conseguir em frente sem deixar que a culpa tome conte e interfira nas atitudes próprias.

Passo #2: fortaleça a autoestima

“Uma traição bombardeia a autoestima de qualquer um e isso interfere nos nossos relacionamentos futuro”, afirma a autora. Dessa forma,  fortalecer a autoestima deve ser um processo diário, e para começar a fazer isso é interessante fazer um trabalho de resgate da própria essência. Quando temos uma noção bem clara de quem somos, fica mais fácil recuperar o amor próprio e a autoconfiança.

“Você pode se olhar no espelho e repetir para si mesma: ‘Eu me celebro, eu me perdoo, eu me respeito, eu me arrumo e eu me amo’. Os erros dos outros são dos outros e eles não podem definir quem nós somos”, sugere Bruna.

Passo #3: quebre o ciclo

Para muitas mulheres, entrar em  relacionamentos ruins é um ciclo que parece se repetir sempre. Também há a ideia de que não existem homens bons ou que não escolher um bom parceiro é falta de sorte. Para a autora, esses pensamentos estão errados.“Vamos quebrar essa ideia de que você tem dedo podre e que não dá sorte? O amor não é questão de sorte!”, afirma. Para ela, é preciso mudar essa frequência de pensamentos para encontrar alguém legal para se relacionar.

Além disso, como parte do processo de como superar uma traição , Bruna relembra que é preciso romper com a ideia de que todo homem trai. Desde muito novas as mulheres aprendem que homens não conseguem ter um relacionamento fiel e duradouro, como se fossem elas que deveriam se adaptar a isso. “Isso é muito ruim para nós, pois ficamos à mercê da sorte, como se fosse algo normal trair. Traição é uma escolha. Existe muita gente legal, e a só descobrimos isso quando começamos a mudar a nossa frequência vibracional e, então, atrair, sintonizar com o universo o que a gente quer receber”, orienta.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.