Tamanho do texto

Combate à insônia, diminuição do estresse, alívio de cólicas e melhora do viço da pele estão na lista de benefícios do auge do prazer; veja detalhes

Não é simples definir o que é um orgasmo , mas podemos dizer que é o ápice da relação sexual. Nesse momento, há uma carga de energia tão grande circulando pelo corpo que os benefícios do orgasmo são inúmeros. Desde benefícios como melhora da aparência da pele e diminuição do estresse, até o aumento da autoconfiança.

Por conta da carga de energia e liberação de hormônios na hora do sexo, existe uma série de benefícios do orgasmo
shutterstock
Por conta da carga de energia e liberação de hormônios na hora do sexo, existe uma série de benefícios do orgasmo


“Temos benefícios enormes com o orgasmo, com o prazer em si. Podemos aliviar dores de cabeça e dores na coluna só de relaxar o corpo, por exemplo”, explica a educadora sexual Clariana Leal. Falar sobre os benefícios do orgasmo para a saúde física e mental é também uma forma de as mulheres se apropriarem da potência de prazer existente no próprio corpo. “Se existe toda essa potência de auto cura e autocuidado, temos que usar isso ao nosso favor”, completa.

O que é um orgasmo?

Os benefícios do orgasmo acontecem quando se atinge o ápice da masturbação ou da relação sexual
shutterstock
Os benefícios do orgasmo acontecem quando se atinge o ápice da masturbação ou da relação sexual

Como já dito anteriormente, não é simples descrever o que é ou como é a sensação de um orgasmo. O que é possível afirmar é que, com uma carga de energia muito alta, ele é ápice de prazer no sexo ou na masturbação. Após esse pico de prazer extremo, há o relaxamento de todo o corpo e os benefícios começam a ser sentidos. “É uma sensação muito forte que não tem como ficar na dúvida depois de ter”, diz Clariana.

Benefícios do orgasmo para corpo, pele, cabelo e mais

Entre os benefícios do orgasmo estão a diminuição do estresse, melhora da qualidade do sono e a alívio de cólicas
shutterstock
Entre os benefícios do orgasmo estão a diminuição do estresse, melhora da qualidade do sono e a alívio de cólicas

De acordo com Clariana, antes mesmo do orgasmo , a masturbação e o sexo são ações que proporcionam uma série de benefícios para o corpo, já que vários hormônios são liberados, como a endorfina (promove o bem-estar), a dopamina (promove o prazer) e a ocitocina (melhora o humor e diminui a ansiedade).  

Clariana explica que tanto a masturbação quanto o orgasmo frequente, por relaxarem o corpo ajudam bastante a aliviar as tensões musculares,  diminuindo as cólicas menstruais, dores de cabeça e dores na coluna. Além disso, a grande carga de hormônios liberados contribui para combater a insônia e doenças crônicas, além de problemas relacionados ao desequilíbrio hormonal.

Muito se fala também sobre os benefícios de uma vida sexual ativa para a pele e o cabelo. Um estudo realizado pela Universidade Queens, no Reino Unido, comprova que ao atingir o orgasmo os níveis de dehidroepiandrosterona e estradiol aumentam. O primeiro é responsável pela manutenção dos tecidos e da pele saudável, enquanto o segundo deixa a pele e o cabelo mais viçosos. Além disso, o brilho natural também aumenta, já que há uma vasodilatação dos vasos sanguíneos.

E os benefícios do orgasmo não param por aí. Um estudo da Wilkes University, dos Estados Unidos, aponta que uma vida sexual ativa pode aumentar os níveis do anticorpo IgA, conhecido por ser responsável pela proteção do organismo de infecções, resfriado e gripes.

A educadora sexual ainda explica que no ato da masturbação, por exemplo, o corpo relaxa como se fosse uma massagem e, consequentemente, tem os benefícios parecidos. No entanto, com uma potência maior de relaxamento e liberação dos hormônios.

“Nós ficamos com o corpo todo tomado por essa sensação de calma e prazer. E isso vai criando uma relação boa com o próprio corpo. Geralmente, é um momento muito íntimo que você está se olhando e se tocando, o que ajuda muito na autoconfiança”, explica. Sendo assim, Clariana aponta que o orgasmo ajuda não somente em termos físicos, mas também nas questões relacionadas a autoestima e autoconfiança, já que a mulher percebe o prazer que pode proporcionar a si mesma.

Como “chegar lá”?

Uma das formas de atingir os benefícios do orgasmo é praticar a masturbação e conhecer o próprio corpo
shutterstock
Uma das formas de atingir os benefícios do orgasmo é praticar a masturbação e conhecer o próprio corpo

Os benefícios do orgasmo são muitos, mas nem todas as mulheres conseguem aproveitá-los. Isso acontece porque sentir prazer durante a relação sexual ainda é algo muito difícil para grande parte das mulheres. “Muitas mulheres não conseguem chegar lá porque elas ficam nessa ansiedade de que precisam ter um orgasmo durante a penetração com o namorado ou com o marido, e acham que há algo de errado com elas”, diz a educadora sexual. 

Mas, como “chegar lá”? Não há um passo a passo de como chegar ao ápice do prazer, mas uma dica pode ajudar: o segredo está em estimular o clitóris. Segundo Clariana, ter um orgasmo somente com a penetração é muito difícil e, se isso acontecer, será por conta do clitóris, já que ele tem uma estrutura interna.

“O clitóris tem 8mil terminações nervosas e é bastante sensível. Nós precisamos trazê-lo mais para a nossa narrativa, para a cama, porque ele é a estrela do sexo, é o clitóris que faz a mágica”, comenta. Clariana acredita que a partir do momento que as mulheres focarem mais no clitóris, entendendo sua estrutura e qual a melhor forma de estimulá-lo, será mais fácil conseguir ter orgasmos.

“Nós só conhecemos a pontinha do iceberg, que é a glande, mas ela tem uma estrutura enorme que abraça o canal vaginal. Quando estamos excitadas, o clitóris fica ereto, os bulbos – que ‘abraçam’ o canal vaginal – incham e ficam super sensíveis”, completa a explicação sobre a importância de entender a estrutura do clitóris. Para estimular a região, é interessante começar com a masturbação para entender o que você gosta na hora do sexo.

Clariana fala sobre a importância de criar essa relação mais íntima com o próprio corpo para atingir o orgasmo. “Mulheres que têm orgasmos sozinhas conseguem ter orgasmos durante o sexo bem mais fácil”, explica. A educadora sexual entende este como mais um dos benefícios do orgasmo, já que as relações sexuais passar a ser mais prazerosas quando você consegue ter um orgasmo sozinha.

Falar sobre o prazer feminino e os benefícios do orgasmo são questões importantes para a sexualidade da mulher. No entanto, Clariana alerta para que o orgasmo não seja tratado como uma obrigação. A educadora sexual afirma que é possível ter uma masturbação e um sexo bom mesmo sem orgasmos. “O importante é ter consentimento, uma troca legal e com carinho, tornando a experiência toda prazerosa. O orgasmo é um bônus que a gente tem para relaxar, ficar mais feliz e mais tranquila, mas não pode ser uma obrigação”, finaliza.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.