Tamanho do texto

A oculofilia é o fetiche por lamber ou chupar o globo ocular do outro, ou ter isso feito no próprio; por duas semanas o Delas vai falar sobre os fetiches

Você tem coragem de admitir que tem um fetiche e falar sobre o assunto? Infelizmente este é um assunto que ainda é tabu, juntamente com temas que cercam o sexo, em geral. No entanto, não é preciso ter vergonha de falar sobre desejos e fantasias, que são absolutamente normais e saudáveis.

Oculofilia é o sexto fetiche do especial e envolve lamber e chupar o globo ocular do outro, ou ter isso feito no próprio
shutterstock
Oculofilia é o sexto fetiche do especial e envolve lamber e chupar o globo ocular do outro, ou ter isso feito no próprio


É sabendo disso que o Delas se propôs a desmistificar alguns fetiches abordando um fetiche diferente por dia ao longo de dez dias. Além de explicar o que é cada um deles, a série dá dicas de como conversar com o parceiro ou a parceira sobre a fantasia e ensina as melhores posições sexuais para realizá-la.

Antes de tudo, como fetiches são coisas muito pessoais e particulares, enquanto é encorajado que cada um procure realizá-los junto do companheiro ou companheira, é importante que o fetichista entenda que nem todos compartilham dos mesmos desejos e, assim, é preciso ser compreensivo se o outro não quiser explorar muito a fantasia. Afinal, consentimento entre todos os envolvidos é o mais importante

Também não se esqueça da camisinha, essencial para previnir uma possível gravidez indesejada e, mais importante ainda, DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis).

Oculofilia: fetiche por globos oculares

A oculofilia, fetiche por estimular ou ter os próprios globos oculares estimulados, é um dos mais inusitados
shutterstock
A oculofilia, fetiche por estimular ou ter os próprios globos oculares estimulados, é um dos mais inusitados


A oculofilia é o fetiche por globos oculares . O fetichista gosta de lamber, tocar e chupar os olhos de outra pessoa ou ter isso feito nos próprios olhos como parte do ato sexual, seja durante, antes ou depois.

Interagir com o globo ocular de alguém não apresenta riscos à saúde. Entretanto, para tocar nos olhos de alguém ou ter os próprios tocados, é importante estar com as mãos lavadas e limpas para a evitar a  transmissão de doenças como conjuntivite, que ocorre pelo contato direto.

Na hora de lamber e chupar, também é importante tomar cuidado para não pressionar a região com muita força - ficando atento especialmente para os dentes - para não machucar os olhos.

Além disso, como este é um fetiche um pouco mais inusitado, já que olhos não são tradicionalmente pensados como partes do corpo que podem gerar excitação ou prazer sexual, recomendamos ir aos poucos. Uma conversa franca com o parceiro ou a parceira é essencial para que a outra pessoa se habitue ao seu fetiche, e vice-versa.

Na hora de começar a testar com carícias e estímulos, também vale ir com calma, já que os olhos são partes do corpo bastante sensíveis e que muitas pessoas não gostam que seja tocada. Experimente começar com beijos nos olhos fechados, depois abertos, ir passando a língua com cuidado, deixando que o outro se habitue a isso, até passar para lambidas e chupadas mais intensas na região.

Posições sexuais para o fetiche por globo ocular

As melhores posições para realizar o fetiche por globos oculares é aquela em que o rosto do casal fica juntinho
shutterstock
As melhores posições para realizar o fetiche por globos oculares é aquela em que o rosto do casal fica juntinho


As posições sexuais para aproveitar melhor essa fantasia são aquelas em que o rosto do casal fica juntinho, o que permite que o ou a fetichista realize seu desejo de poder tocar no globo ocular do outro durante o sexo.

» Garanhão Profundo

Para realizar o fetiche na pose do Garanhão Profundo, é necessário que a mulher tenha bastante flexibilidade
Renato Munhoz (Arte iG)
Para realizar o fetiche na pose do Garanhão Profundo, é necessário que a mulher tenha bastante flexibilidade


No Garanhão Profundo, a mulher se deita e levanta as pernas. O homem vai por cima dela para penetrá-la apoiando os braços na cama e inclinando o tronco em direção à parceira, que ficará com as pernas apoiadas no peito dele e com o quadril elevado.

Esta pose é ideal para a penetração profunda e promete agradar também os oculofilistas: inclinando o tronco ainda mais em direção à parceira, fica fácil para que ele estimule os globos oculares dela e vice-versa. Entretanto, para isso, ela precisa ter flexibilidade nas pernas para realmente permitir a inclinação do parceiro.

» Pouso Forçado

No Pouso Forçado, fica fácil realizar o fetiche - no caso, do homem estimulando o globo ocular da parceira
Renato Munhoz (Arte iG)
No Pouso Forçado, fica fácil realizar o fetiche - no caso, do homem estimulando o globo ocular da parceira


No Pouso Forçado, a mulher se deita de bruços na cama e o homem se deita por cima dela, também de bruços, para penetrá-la por trás. A mulher terá de virar o rosto para apoiá-lo na cama e isso permitirá ao homem que beije o rosto da parceira, inclusive seu globo ocular, que também poderá receber lambidas e outros estímulos. Entretanto, nesta posição, fica difícil para que ocorra o contrário, para que ela estimule os olhos do companheiro.

» Dança das Borboletas

Fetiche: oculofilia. É essencial que o casal esteja com o rosto próximo, como ficam no caso da Dança das Borboletas
Renato Munhoz (Arte iG)
Fetiche: oculofilia. É essencial que o casal esteja com o rosto próximo, como ficam no caso da Dança das Borboletas


Na Dança das Borboletas, o homem se senta na cama e une as solas do pé, como se fosse cruzar as pernas, mas sem realizá-lo totalmente. Desta forma, a mulher se senta em seu colo, virada para ele, e enrosca as pernas no tronco do parceiro, segurando-se em seu corpo para realizar a penetração.

Como estarão se olhando, com o rosto muito próximo um do outro, lambidas e outras carícias ao globo ocular podem ser feitas realizadas com facilidade.

» Amante Argentina

A Amante Argentina é uma forma diferente do casal ficar com o rosto unido para realizar o fetiche
Renato Munhoz (Arte iG)
A Amante Argentina é uma forma diferente do casal ficar com o rosto unido para realizar o fetiche


Na Amante Argentina, o homem se senta numa cadeira, preferencialmente, ou na beira da cama. A mulher faz como se fosse sentar no seu colo, mas passa uma das pernas por cima da perna dele e a outra deixa entre as pernas do parceiro, esticada para trás, imitando a pose de uma dançarina de tango argentina, para então realizar a penetração. O ideal é que ela consiga apoiar os dois pés no chão.

Nesta pose, o rosto do casal também estará bem juntinho, o que possibilita facilmente estimular o globo ocular um do outro.

Leia também: 8 dicas para fazer sexo em casa sem barulhos ou perrengues

Tem mais dúvidas sobre o fetiche abordado, fantasias ou posições sexuais? Entre em contato conosco pelo  sexo@igcorp.com.br e nós traremos um especialista para respondê-la com sigilo total!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.