Tamanho do texto

Por dez dias o Delas vai falar de um fetiche diferente por dia, ensinando as melhores posições sexuais para aproveitá-lo; terceira fantasia é a crinofilia

Infelizmente, o sexo ainda é um tabu. Os fetiches , então, são um tabu maior ainda - mas não há motivo para isso. Ter um fetiche é algo totalmente normal e, geralmente, saudável, de modo que não é preciso sentir vergonha em falar sobre isso e querer explorar a fantasia.

O terceiro fetiche da série é por secreções corporais, a crinofilia
shutterstock
O terceiro fetiche da série é por secreções corporais, a crinofilia


Para ajudar a romper um pouco com o tabu, o Delas se propôs a realizar uma série de reportagens especiais desmistificando um fetiche por dia, durante dez dias, e ensinando diferentes posições sexuais para melhor aproveitar cada um deles, tanto para o homem, quanto para a mulher fetichista.

Por isso, se você tem alguma fantasia,  não tenha medo de conversar com o parceiro ou a parceira sobre suas vontades e, juntos, com consentimento, vontade e proteção, explorar esse lado do sexo.

Crinofilia: fetiche por secreções corporais

A crinofilia, ou fetiche por secreções corporais, inclui saliva, suor e fluidos da vagina ou pênis
shutterstock
A crinofilia, ou fetiche por secreções corporais, inclui saliva, suor e fluidos da vagina ou pênis


A crinofilia é a excitação sexual pelas secreções corporais da outra pessoa, ou seja, suor, saliva, secreções vaginais ou penianas. Pode parecer nojento, mas este é um fetiche muito comum e não tão estranho assim, afinal, suor, saliva e outras secreções são completamente normais - e isso significa que o homem não terá problema em fazer aquele oral caprichado, algo que muitos ainda têm nojo de fazer.

A título de curiosidade, o fetiche apenas por suor e saliva, sem levar em consideração secreções vaginais, é chamada de Salirofilia, isto é, por fluídos orgânicos que contém sal.

Enquanto este é um fetiche que pode ser muito divertido para os fetichistas, ele é uma porta de entrada para a transmissão de DSTs, principalmente pelo contato com secreções da vagina e do pênis.

O HPV (vírus do papiloma humano), que, em último caso, leva ao câncer do colo de útero, pode ser transmitido pelo contato da boca com as mucosas vaginais. A gonorreia é outra doença que pode ser transmitida pelo sexo oral. Então conheca bem seu parceiro antes de explorar o fetiche.  

Posições sexuais para o fetiche por secreções corporais

As posições para explorar o fetiche por secreções facilitam a transpiração, beijos molhados e mais
shutterstock
As posições para explorar o fetiche por secreções facilitam a transpiração, beijos molhados e mais


Pensando nas diferentes formas de explorar a crinofilia, separamos posições sexuais para aproveitar melhor cada uma das secreções corporais, sendo o homem ou a mulher a pessoa fetichista.

» Para suar

A Chave de Coxa é ideal para provocar a transpiração, uma das secreções que excitam o homem com fetiche por elas
Renato Munhoz (Arte iG)
A Chave de Coxa é ideal para provocar a transpiração, uma das secreções que excitam o homem com fetiche por elas


Esta primeira posição, a Chave de Coxa, promete fazer a mulher suar, para o delírio do crinófilo. Nela, o homem fica de pé e a mulher se deita na beirada da cama. Ela então eleva o quadril para se enlaçar no homem na altura do quadril dele, para ocorrer a penetração, mantendo apenas os ombros apoiados na cama.

Para realizar a movimentação, a mulher deverá fazer bastante força nas pernas e abdômen a fim de manter o tronco elevado. Ela também pode subir e descer o quadril para controlar o ritmo da penetração, em vez de deixar a função a cargo do parceiro, o que a fará suar ainda mais.

A Flexão Invertida será aproveitada pela mulher com fetiche em secreções corporais, principalmente suor
Renato Munhoz (Arte iG)
A Flexão Invertida será aproveitada pela mulher com fetiche em secreções corporais, principalmente suor


A Flexão Invertida é a pose para agradar a mulher fetichista. Nela, a mulher se deita na cama de barriga para cima e levanta as pernas, mantendo os joelhos flexionados, quase encostando-os no peito.

O homem vai ficar em sentido contrário da parceira e deve posicionar o corpo como se fosse fazer uma flexão de braço, porém abrirá as pernas, para que a parceira fique entre elas, e alinhará seu quadril ao dela, para penetrá-la. Os pés dela acabarão ficando por cima do corpo dele.

Aqui, para ocorrer a penetração, o homem terá que fazer a flexão de braço, o que promete render um belo de um treino, além de fazê-lo suar muito.

» Para salivar

Fetiche por secreções: no Pouso Relaxado, a troca de saliva pode ocorrer diretamente ou por beijos molhados
Renato Munhoz
Fetiche por secreções: no Pouso Relaxado, a troca de saliva pode ocorrer diretamente ou por beijos molhados


No Pouso Relaxado, que é o clássico “papai e mamãe”, a troca de saliva pode ocorrer de diversas maneiras. Lembrando que o homem simplesmente se deita sobre a parceira, que estará deitada de barriga para cima na cama, para penetrá-la, o casal pode trocar beijos molhados, lambidas, ou mesmo trocar diretamente a saliva.

Esta última opção pode agradar especialmente a crinófila: como ele estará por cima, poderá “babar” diretamente na boca dela, aberta ou não.

Fetiche por secreções: no Voo da Garça, o homem crinófilo pode
Renato Munhoz (Arte iG)
Fetiche por secreções: no Voo da Garça, o homem crinófilo pode "receber" a saliva da parceira


No Voo da Garça, quem fica por cima é ela. No entanto, o homem, por baixo, abre ligeiramente as pernas e ela alinha as suas às dele, para que seu corpo fique totalmente em cima do corpo do parceiro. Para a penetração, ela eleva o tronco e o parceiro dá a sustentação para ela apoiando os cotovelos na cama e servindo como suporte para as mãos dela.

Aqui, semelhante à última posição, o casal pode trocar beijos molhados, lambidas e saliva de forma direta, mas com a mulher “babando” na boca do parceiro, o fetichista neste caso.

» Para outras secreções

No Beijo do Súdito, o homem pode realizar seu fetiche e sentir as secreções vaginais da parceira
Renato Munhoz (Arte iG)
No Beijo do Súdito, o homem pode realizar seu fetiche e sentir as secreções vaginais da parceira


O sexo oral é a melhor forma de o homem fetichista entrar em contato e sentir, de fato, as secreções vaginais da parceira. Inove experimentando, por exemplo, a pose o Beijo do Súdito. Nele, o homem se deita e a mulher fica de joelhos na altura da cabeça dele para que ele estimule sua vagina e clitóris com a língua e os lábios.

Esta posição faz com que toda e qualquer secreção produzida pela vagina vá direto para a boca dele, em vez de escorrer pelo corpo dela como ocorreria caso ela estivesse deitada.

No Oral Extremo, a mulher pode realizar seu fetiche e sentir o líquido seminal e o próprio sêmen do parceiro
Renato Munhoz (Arte iG)
No Oral Extremo, a mulher pode realizar seu fetiche e sentir o líquido seminal e o próprio sêmen do parceiro


Para a mulher fetichista, secreções como o líquido seminal, que funciona como uma espécie de lubrificante liberado pelo pênis quando o homem está excitado, e o próprio sêmen são fontes de excitação e prazer. E, para tudo ficar ainda mais divertido, ela pode experimentar realizar o oral no parceiro de um jeito diferente.

Em Oral Extremo, ele fica de joelhos na cama e ela se deita de barriga para cima, ficando com o rosto quase embaixo das pernas dele, mas com as pernas em sentido contrário ao do corpo dele, para que ele não fique de fato por cima dela e não limite seus movimentos. Para realizar a estimulação, ela pode se apoiar nos cotovelos, elevando o tronco.

Além de engolir as secreções do pênis , essa posição permite, por exemplo, que o homem ejacule no corpo dela, principalmente nos seios e barriga, o que pode excitar os dois.

Tem mais dúvidas sobre o fetiche abordado, fantasias ou posições sexuais? Entre em contato conosco pelo  sexo@igcorp.com.br e nós traremos um especialista para respondê-la com sigilo total!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.