Tamanho do texto

Casal que protagonizou várias brigas no "Power Couple Brasil" afirma que o diálogo pode resolver a situação: "O importante é não desistir", diz Nadja

Nadja e Vinícius D’Black ficaram na boca do povo ao participar da terceira temporada do reality “Power Couple Brasil”, da Record. No programa, os dois protagonizaram várias brigas e chamaram a atenção do público, que logo imaginou que o casal estivesse passando por uma tremenda crise no casamento.

Leia também: Especialista ensina maneiras de salvar um relacionamento com problemas

O casal, que participou do reality da Record, conseguiu superar uma crise no casamento com a ajuda do diálogo
Antonio Chahestian/Record TV
O casal, que participou do reality da Record, conseguiu superar uma crise no casamento com a ajuda do diálogo


Após a eliminação, no entanto, o que se viu foi uma dupla feliz e apaixonada. Recentemente, inclusive, os dois  curtiram uma viagem animada pela Europa e a troca de carinhos não ficou escondida nas redes sociais. A mudança repentina no comportamento de ambos, porém, deixou muita gente querendo entender a receita para superar uma crise no casamento.

Pensando nisso, o Delas conversou com o casal e descobriu o caminho que eles seguiram para fazer a harmonia reinar em uma relação que, há tão pouco tempo, apresentava vários problemas. Sem titubear, D'Black afirma que o primeiro passo que deu foi ter uma boa conversa com Nadja assim que os dois deixaram a mansão de Itapecerica da Serra, em São Paulo.

O cantor conta que, depois que prestou atenção em toda a repercussão do programa, entendeu que as brigas aconteciam não apenas pela personalidade forte de sua mulher, como muitos chegaram a dizer, mas principalmente pelo seu jeito extremamente reservado.

“Existe uma coisa chamada silêncio agressivo , que é o comportamento daquele cara que não fala. Reconheço que sou assim, e isso é muito ruim para um relacionamento. Todo mundo tem que expressar aquilo que sente”, afirma ele, que percebeu uma grande melhora na convivência com a parceira ao mudar sua postura aqui fora.

“Percebi que expor o que estou sentindo, agora, é sempre o melhor caminho. No momento que você começa a falar, você vai melhorando nisso também. Eu e a Nadja somos muito diferentes, mas isso não quer dizer que ela era a única que errava quando se exaltava no programa. Com o tempo, nós vimos que muitas atitudes não foram legais e estamos mudando”, explica o atual jurado do reality “Canta Comigo”.

Para a terapeuta de casais Rosane Varnovitzky, essa atitude de reconhecer onde está o erro e tentar melhorar dia após dia é fundamental para superar uma crise no casamento. Ainda segundo ela, o silêncio agressivo, destacado por Vinícius, é um obstáculo muito comum em homens, e sem saber como lidar com essa atitude dos parceiros algumas mulheres acabam explodindo. Depois, ninguém entende onde foi que as brigas começaram.

Leia também: Como superar a crise no casamento estando com dificuldades financeiras


“O silêncio agressivo é uma guerra fria. Um fica meio estranho, reage de uma maneira quieta e não fala muito, responde de forma seca e até monossilábica. É uma coisa que todo mundo percebe que tem algo de errado, mas não está claro. Em anos trabalhando nesta área, percebo que o ponto principal de uma relação é a comunicação, e entre o que eu falo e o que eu quero dizer existe uma diferença enorme, então é aí que mora o problema”, explica a especialista.

Aos olhos de D'Black, agora, Nadja só queria que ele falasse para ela o que estava pensando, mas como não tinha resposta, ficava irritada, e ele não entendia a atitude. Isso, de acordo com a terapeuta, realmente causa atritos e até explica as temidas explosões da participante durante o confinamento, algo que deveria ser evitado em público, para preservar a intimidade do casal, mas serviam como um pedido de “socorro” na hora do nervosismo.

Nadja, no entanto, acredita que sua personalidade forte foi mal interpretada por algumas pessoas, pois vivemos em uma sociedade machista, que não aceita que as mulheres falem o que pensam para os homens. Ela afirma, ainda, que já imaginava que seria criticada pelo seu comportamento sincero dentro do reality, e até ficou surpresa quando viu que muita gente gostou da sua participação, levando em consideração seus erros e acertos na casa.

“É importante as mulheres entenderem o espaço delas, falar o que elas sentem. Muita gente fica depressiva por causa disso, por não falar e esconder sentimentos. Quando a gente guarda muito as coisas, a gente fica até doente. Uma mulher casada dorme na mesma cama que o marido, convive com ele o tempo todo, e como é que ela não vai falar para ele o que está sentindo? Mesmo que seja na hora da raiva, eu sou a favor de expor a verdade sempre, e foi isso o que eu fiz no programa”, afirma ela.

Terapia de casais é uma alternativa para superar a crise no casamento

A crise no casamento de Nadja e Vinícius foi um problema para o casal durante o confinamento em Itapecerica  da Serra
Reprodução/Record TV
A crise no casamento de Nadja e Vinícius foi um problema para o casal durante o confinamento em Itapecerica da Serra


Para Rosane, casais que brigam muito devem procurar, sim, ajuda especializada. Além disso não ser motivo de vergonha, o tratamento pode ajudar marido e mulher a diagnosticarem os problemas da crise no casamento e descobrirem, juntos, formas de mostrarem um ao outro que sentem medo de a relação esfriar, o que não significa uma fraqueza.

Para Nadja e Vinícius, porém,  o importante é não desistir da relação  antes de apostar em uma mudança. Os dois afirmam que se amam muito e se tivessem desistido por causa de brigas bobas, que aconteciam por falta de comunicação, não estariam tão felizes como estão agora. "O que eu falo para as pessoas que me pedem conselhos sobre isso é que se tiver que brigar, brigue. Coloque tudo para fora, porque é brigando que um casal se resolve", defende ela.

A terapeuta Rosane ainda completa que a tolerância, a generosidade e a empatia são necessárias para superar a crise no casamento,  e entender o que o outro pensa e sonha para o futuro é fundamental para dar continuidade a uma relação de forma saudável. "Para viver a dois é preciso ser compreensivo e entender que até mesmo quando a mulher ou o homem são um pouco mais explosivos pode ser que isso seja apenas o reflexo de uma fase passageira, mostrando a intenção de chamar a atenção do outro para algo que esteja errado", completa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.