Tamanho do texto

Logan South e Daley Catherine, vampiros há 15 anos, são conhecidos como o "vampiro rei" e a "vampira rainha" da cidade de Austin, nos EUA, onde moram; eles criaram clube para outras pessoas adeptas do vampirismo

Cada um com seus fetiches, não é mesmo? Não são raras as pessoas com fetiche por vampirismo, isto é, que tentam imitar o comportamento das criaturas fictícias, inclusive bebendo sangue, em alguns casos. Nos EUA, um casal de vampiros poligâmico afirma viver somente de sangue e “energia sexual”, e diz fazer parte de um grupo de outras pessoas com o mesmo fetiche que o deles.

Leia também: Casal de vampiro prefere chupar sangue um do outro a fazer sexo

Logan e Daley, o casal de vampiros do Texas, são conhecidos por seu grupo como o
Reprodução
Logan e Daley, o casal de vampiros do Texas, são conhecidos por seu grupo como o "rei" e a "rainha" vampiros


Logan South e Daley Catherine, de 31 e 30 anos, respectivamente, se dizem um casal de vampiros . Eles revelam que bebem sangue um do outro, mas, diferentemente do que acontece nos filmes, eles não se mordem no pescoço, usando, no lugar, agulhas de aparelhos de tratamento de diabetes para picar as pontas dos dedos e extrair o sangue. Além disso, eles também contam que vivem de “energia sexual” e que adoecem se entram em contato direto com a luz do sol.

Morando em Austin, noTexas, eles fazem parte de um grupo de pessoas com o mesmo fetiche que eles, e estão reunindo novos membros. Atualmente, o grupo, chamado de Vampire Court (a corte dos vampiros, em tradução literal), conta com 60 pessoas que se encontram uma vez por mês numa “casa de fetiches”, uma espécie de boate onde as pessoas podem fazer sexo livremente, inclusive com atividades BDSM, para interagir e conversar sobre suas vidas como vampiros.

Leia também: Conheça a espectrofilia, fetiche sexual por fantasmas, espíritos e deuses

“Temos vampiros que se alimentam de sangue, vampiros que se alimentam diretamente de energia - vampiros psíquicos -, e temos vampiros que se alimentam da sexualidade, não só de atos sexuais, mas da energia da excitação também”, explicou Daley ao tabloide “The Sun”.

Ela conta que se descobriu uma vampira 15 anos atrás e que, agora, bebe sangue uma vez por mês, vivendo de energia sexual nos outros dias. Bastante conhecidos entre a comunidade, Logan é chamado de “vampiro rei” e, Daley, de “vampira rainha”. Eles fundaram o clube há seis anos para receber todos os vampiros, lobisomens, fadas e pessoas que se identificam com espíritos animais na cidade de Austin.

Dia a dia do casal de vampiros

Logan e Daley moram num rancho, onde eles dormem durante o dia para acordar à noite e cuidar de seus animais - cabras, cavalos e cães. Ele também faz alguns bicos online, trabalha numa boate e na casa de fetiches onde o grupo se reúne.

Ele detalha: “se é um fim de semana ou dia de festa, eu vou à festa curtir e garantir que todos os meus amigos estejam se divertindo. Se não, eu saio para almoçar com Daley [à noite], ver um filme ou saio com Ilona e nós jogamos videogames. Somos grandes nerds, fãs de quadrinhos e videogames”.

Leia também: Casal de "vampiros" bebe o sangue um do outro para demonstrar fidelidade

Ilona Lucille Westerna, que também vive como vampira, é a namorada de Logan, pois o casal de vampiros também é poligâmico. Mas eles garantem que mais do que somente um fetiche , o vampirismo é um estilo de vida e acreditam realmente serem vampiros.