Tamanho do texto

Segundo estudo, um a cada oito britânicos eram virgens aos 26 anos de idade e mais de 90% das pessoas admitiu ter feito sexo pela primeira vez aos 19

É bastante comum que algumas gerações façam as coisas de um jeito diferente do que as anteriores e, com certeza, a geração millennial está conseguindo provar isso. Um estudo recente da Universidade College London (UCL), de Londres, na Inglaterra, investigou com quantos anos os britânicos perderam a virgindade, e os resultados mostram que a geração millennial é mais "preservada" do que os pais quando o assunto é sexo. 

Leia também: Veja quais são as melhores e piores opções de comida para um encontro

Segundo estudo, uma pessoa a cada oito britânicos só perderam a virgindade aos 26 anos; 90% fez sexo aos 19 anos
shutterstock
Segundo estudo, uma pessoa a cada oito britânicos só perderam a virgindade aos 26 anos; 90% fez sexo aos 19 anos


Para a pesquisa, os cientistas acompanharam mais de 16 mil pessoas do Reino Unido, que nasceram entre os anos de 1989 e 1990, desde que elas tinham 14 anos de idade. De acordo com o estudo, uma a cada oito pessoas eram virgens aos 26 anos de idade. Além dessas, mais de 90% admitiu ter perdido a virgindade aos 19 anos e apenas 1% fez sexo pela primeira vez entre os 23 e 26 anos de idade. 

Segundo informações do portal "The Sunday Times", as principais razões pelo início "tardio" da vida sexual é o medo de intimidade e a pressão das mídias sociais. "Os millennials estão sendo criados em uma cultura de hipersexualidade que está os levando a ter medo da intimidade. As mulheres têm sempre corpos lindos e os homens ereções permanentes. Isso é assustador para os mais jovens", explica a psicoterapeuta Susanna Abse em entrevista ao veículo. 

Outro estudo, realizado pelo governo dos Estados Unidos em 2016, mostram resultados similares: 44% das adolescentes americanas, ou seja, meninas entre 12 e 18 anos, já transaram, enquanto o resultado para os meninos é 47%. Em comparação com o mesmo estudo realizado em 1992, os números eram 58% e 69%, respectivamente. 

Leia também: Álcool antes de um "date" é comum para 46% dos homens e 36% das mulheres

Frequência de sexo também é menor

Uma pesquisa publicada no “Archives of Sexual Behaviour” também aponta que os americanos estão menos ativos sexualmente . Dados apontam que, entre 2010 e 2014, casais que vivem juntos fizeram sexo 16 vezes menos que entre 2000 e 2004. Quando comparados à frequência sexual das pessoas de 1995 e 1999, os resultados impressionam: fazer sexo era nove vezes mais frequente do que nos dias atuais.

Segundo os especialistas responsáveis pelo estudo, isso acontece parcialmente porque cada vez menos pessoas da geração millennal têm parceiros fixos. Além disso, eles também afirmam que as pessoas estão cada vez mais infelizes, especialmente por causa da rotina caótica da vida moderna, o que pode estar fazendo com que a libido caia. Levando isso em consideração, esse também pode ser a razão das pessoas estarem perdendo a virgindade cada vez mais tarde. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.