Tamanho do texto

Algumas ideias podem deixar posições clássicas ainda mais divertidas e até mesmo mais prazerosas; confira dicas para diversificar no "papai e mamãe"

Por mais que exista uma infinidade de posições sexuais para se testar com o parceiro — seja na cama ou em lugares mais "ousados" —, as mais tradicionais, como a " papai e mamãe ", ainda são as que fazem mais sucesso entre os casais. Porém, apesar ser uma posição básica, isso não significa que ela não pode ser incrementada para deixar o sexo ainda mais prazeroso.

Leia também: 8 posições sexuais para variar na penetração com o homem por trás da mulher

Posições sexuais clássicas, como
shutterstock
Posições sexuais clássicas, como "papai e mamãe", fazem sucesso entre os casais e são as preferidas na hora do sexo

Na maneira mais básica de se fazer a "papai e mamãe" - também conhecida como " missionário ", o homem fica por cima da mulher, controlando o ritmo do sexo e a profundidade da penetração. Porém, a parceira também pode participar de forma mais ativa e ajudar a tornar essa uma das posições sexuais mais prazerosas para o casal — proporcionando até orgasmos mais intensos para ambos. Confira algumas dicas de como fazer isso: 

1. Papai e mamãe

A posição 'papai e mamãe', também conhecida como 'Missionário', pode ficar mais divertida com o anel
Renato Munhoz/Arte iG
A posição 'papai e mamãe', também conhecida como 'Missionário', pode ficar mais divertida com o anel

Para incrementar a posição básica, a mulher pode usar um ou mais travesseiros embaixo do quadril para que a inclinação do corpo dela fique maior. Dessa forma, o parceiro deve vir por cima, como se fosse fazer flexões — cada mão deve ficar de um lado da pessoa que está deitada. 

Por causa da inclinação, a região da vagina fica mais relaxada e aberta, facilitando o ato. As genitálias dos parceiros ficam mais próximas, e, assim, há um estímulo maior do clitóris. A penetração também será mais profunda, e o pênis poderá alcançar partes da vagina que não alcança normalmente. 

Segurar no bumbum de parceiro enquanto acontece a penetração e enlaçar as pernas em torno da cintura dele, são outras formas de a mulher potencializar a penetração e controlar a potência e ritmo dos movimentos para que eles sejam agradáveis para os dois. 

Leia também: Gosta de ficar por cima? 5 passos para deixar essa posição sexual ainda melhor

2. Amante da Cleópatra

Nessa posição, a mulher fica com as pernas apoiadas nos ombros do parceiro e com os joelhos próximos ao peito
Renato Munhoz (Arte iG)
Nessa posição, a mulher fica com as pernas apoiadas nos ombros do parceiro e com os joelhos próximos ao peito

Posições sexuais em que o homem tem todo o controle e em que a mulher fica com as pernas muito abertas favorecem uma penetração mais profunda. Na pose "amante da Cleópatra", por exemplo, a mulher fica deitada com as pernas abertas e o homem inclina-se sobre ela, penetrando-a. 

A diferença entre essa e a clássica "papai e mamãe", é o fato de que a mulher fica com as pernas para cima, apoiando-as nos ombros do parceiro e posicionando os joelhos próximos ao próprio peito. É uma das principais posições para quem gosta de chegar ao prazer com penetração, mas exige certo nível de elasticidade, especialmente porque o corpo da mulher fica dobrado durante a relação sexual. 

3. Pouso relaxado

No
Renato Munhoz (Arte iG)
No "pouso relaxado", a mulher deita com as pernas bem fechadas, enquanto o homem se posiciona em cima dela

No "pouso relaxado", a mulher se deita com as pernas bem fechadas, enquanto o homem se posiciona em cima dela, penetrando-a. Para facilitar a penetração, ela pode ficar com as pernas abertas e ir fechando-as gradualmente. Nessa posição, o estímulo na vulva é mais intenso e há mais fricção entre o pênis e o clitóris.  

Mantendo as pernas bem juntinhas, o pênis estimula o "botãozinho do prazer" com facilidade, fazendo com que o prazer seja amplificado e até ajudando a mulher a chegar ao orgasmo mais rapidamente. Além disso, se você quiser aumentar ainda mais esse estímulo, pode movimentar lentamente o quadril, como se estivesse rebolando. 

4. Garanhão profundo

Nesta pose, a mulher levanta as pernas e o quadril, enquanto o homem vem por cima, facilitando a penetração profunda
Renato Munhoz (Arte iG)
Nesta pose, a mulher levanta as pernas e o quadril, enquanto o homem vem por cima, facilitando a penetração profunda

Nesta posição, a mulher levanta as pernas e o quadril enquanto o homem vem por cima, facilitando uma penetração mais profunda. As pernas dela ficam apoiadas uma de cada lado sobre os ombros dele e travesseiros também podem ser utilizados nesse caso, o que torna a experiência ainda mais prazerosa por diminuir o esforço que os dois devem fazer para o corpo da mulher permanecer erguido. 

Essa posição faz parte de uma técnica chamada “alinhamento do coito”, que nada mais é que outra forma de se fazer a posição "missionário". Em vez do homem ficar alinhado com a mulher, fazendo o movimento horizontal, ele deve ficar um pouco mais para cima, trabalhando em um movimento vertical, para cima e para baixo. A fricção também é importante, então os corpos devem estar bem grudados para que o clitóris seja estimulado. 

Leia também: Posições sexuais para testar ou evitar se você não curte penetração profunda

5. Mocinha e bandido

Na posição
Renato Munhoz (Arte iG)
Na posição "mocinha e bandido", o parceiro fica de joelhos, imobilizando os braços da mulher, como se fosse dar um bote

Para quem quer ousar sem sair do "papai e mamãe", é possível incluir o "bondage" no sexo. A posição "mocinha e bandido", por exemplo, é uma boa opção para isso. Nela, o parceiro fica de joelhos, imobilizando os braços da mulher, como se fosse "dar o bote". O encaixe entre o homem e a mulher fica ainda mais fixo se ela passar as pernas em torno do corpo dele, segurando-o.

Quando o quadril da mulher fica mais elevado, a penetração ocorre com mais facilidade por causa do ângulo e  as chances de a mulher a chegar ao orgasmo vaginal aumentam. Os travesseiros também podem ser utilizados nessa posição para manter o quadril dela inclinado durante toda a relação sexual. 

A técnia de dominação é utilizada por muitos casais como forma de apimentar a relação na cama, seja com posições sexuais ou outras ideias. Utilizar lenços, gravatas ou cachecóis para vendar os olhos ou prender as mãos na cabeceira da cama enquanto ele faz todo o trabalho também são sugestões para utilizar o "bondage". Se quiser ser ainda mais ousada, uma algema especial também é indicada.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.