Tamanho do texto

Mesmo dizendo que não pretende ficar com Breno, Paula e o rapaz têm se aproximado nos últimos dias. Essa e outras situações mostram que, quando o assunto é amizade e relacionamentos, nem tudo é tão "preto no branco"

Desde as primeiras edições, o “ Big Brother Brasil ” é palco de polêmicas, desentendimentos, barracos e até romances, e, na edição deste ano, não poderia ser diferente. Já na primeira semana do “BBB 18”, a participante Ana Clara, que entrou no reality com outras pessoas de sua família, ficou com Breno. Após se envolver com a ruiva, porém, Breno também trocou beijos com Jaqueline, já eliminada, e, agora, é notável a aproximação entre ele e a sister Paula. Junto com  a grande polêmica protagonizada pelo “não-casal” Jéssica e Lucas , essas situações nos dizem algumas coisas sobre traições, relacionamentos e amizades:

1. Ter consideração com a amiga vai além de não beijar o "boy" dela

Apesar de Ana Clara e Breno não terem ficado juntos como casais de outras edições do programa, a reação da sister ao ver Breno "de chamego" com Jaqueline no " BBB 18 " deixa claro que ela levou os poucos momentos que teve com o brother relativamente a sério.

Passada a eliminação de Jaqueline e os dias na casa, o rapaz mudou o alvo e tem feito repetidas investidas a Paula, amiga de Ana Clara. Paula se diz preocupada com a amizade que tem com a carioca e já fez inúmeros discursos sobre como não ficaria com o brother em respeito à amiga, mas as atitudes dela não são lá muito condizentes com esse papo.

Apesar de Paula jurar à Ana Clara que não ficaria com Breno no 'BBB 18', os dois já trocaram muitos 'selinhos' como esse
Reprodução/Globo
Apesar de Paula jurar à Ana Clara que não ficaria com Breno no 'BBB 18', os dois já trocaram muitos 'selinhos' como esse

Durante as últimas festas que rolaram no programa, Paula e Breno dançaram coladinhos, trocaram selinhos e carinhos, mas, para Ana e para outros participantes, a sister afirma que não ficou com o rapaz porque não o beijou de língua e nem tem a intenção em fazê-lo por “valorizar mais a amizade ” entre elas. Porém, a julgar pela reação de Ana Clara – que presenciou boa parte das interações entre o “não-casal” –, deixar de beijar o “boy” da amiga e fazer várias outras coisas que um casal normalmente faria não basta para não magoá-la.

2. Traição também tem a ver com envolvimento emocional

Desde o início do programa, Lucas, já eliminado, falava sobre como não se envolveria com ninguém por ter uma noiva o esperando fora da casa. No entanto, não demorou muito para que ele e a sister Jéssica se aproximassem um bocado. Sentindo o clima que rolava entre os dois, Lucas dizia à Jéssica que estava fazendo um esforço muito grande para não ficar com ela, mostrando à sister que estava a um passo de jogar tudo para o alto.

Cenas em que Lucas e Jéssica se mostraram mais próximos do que dois amigos foram comuns ao longo do programa
Divulgação/Globo
Cenas em que Lucas e Jéssica se mostraram mais próximos do que dois amigos foram comuns ao longo do programa

Sabendo disso, a sister seguiu buscando contato com ele, que não se esquivava e ainda retribuía as carícias. Após uma festa, começou até a circular um boato de que os dois teriam experimentando um carinho mais “íntimo”.

Apesar de nunca terem se beijado, uma enquete realizada pelo Delas (e a própria eliminação de Lucas do “BBB 18”) mostram que uma traição vai muito além de se envolver fisicamente com uma pessoa que não o parceiro ou parceira.  Para 43,4 % das pessoas que votaram, só o fato de Lucas e Jéssica terem se aproximado já mostra que o brother foi infiel, enquanto 42,9% afirmam que o que eles tiveram, mesmo que não tenha sido tão explícito, foi além da amizade. 

3. Nem toda aproximação entre homem e mulher é um caso

Apesar de apenas a aproximação física e emocional entre Lucas e Jéssica deixar muita gente convicta de que o ex-brother não foi fiel à noiva durante o programa, nem toda aproximação entre um homem e uma mulher tem essa conotação.

Patrícia e Diego mostram que nem sempre a aproximação entre um homem e uma mulher indica um 'algo a mais'
Reprodução/Globo
Patrícia e Diego mostram que nem sempre a aproximação entre um homem e uma mulher indica um 'algo a mais'

Patrícia e Diego, por exemplo, são duas pessoas que ficaram bastante amigas nas últimas semanas, e chegaram até a deitar juntos de conchinha ao lado do “não-casal” polêmico, mas sem expressar qualquer sinal de que estariam a fim um do outro (até porque, há alguns dias, a sister finalmente conseguiu ficar com o “crush” Kaysar).

4. Conviver com o ex é receita para problemas

Quando alguém termina um relacionamento , um dos conselhos que as pessoas mais dão é o de que é preciso se distanciar do ex ou da ex para que o coração partido se cure mais rapidamente. É claro que há exceções, mas, apesar de muita gente jurar que não tem problemas em ver diariamente uma pessoa que já mexeu com seu emocional, a situação de Ana Clara e Breno deixa claro que isso pode nos fazer mal.

Como é forçada a estar perto de Breno, Ana Clara segue se decepcionando ao ver o rapaz ficar com outras pessoas
Reprodução/Globo
Como é forçada a estar perto de Breno, Ana Clara segue se decepcionando ao ver o rapaz ficar com outras pessoas

Logo que o brother começou a demonstrar interesse em Jaqueline, Ana Clara chegou a discutir com o rapaz e mal sabia direito como se expressar – afinal, eles não tiveram nada muito profundo e, por isso, ela parecia estar se sentindo envergonhada justamente por estar mal com a situação.

A proximidade também aumenta – e muito – a possibilidade de fraquejarmos na missão de nunca mais ficar com aquela pessoa. Ana Clara e Breno também demonstraram isso ao voltar a dar uns amassos há alguns dias.

Agora, o brother está empenhado em ficar com Paula enquanto Ana Clara vê tudo de camarote. É claro que, no “BBB”, se afastar de alguém não é algo exatamente possível, mas a moral da história para a vida real é a de que o melhor para o coração é evitar contato com a pessoa após o término.

5. Misturar familiares e intimidade não é fácil (mas ela só quer o seu bem)

Simultaneamente à situação desagradável com Breno, Ana Clara ainda tem outra questão que complica sua vida na casa: ela não entrou sozinha no programa e faz parte de um “time” composto por seus familiares. Hoje, apenas seu pai, Ayrton, está na casa, mas, na semana em que ela ficou com o brother, seu primo, Jorge, e sua mãe, Eva, ainda participavam do “BBB”.

Por ter entrado no 'BBB' com a família, Ana Clara tem de lidar com
Reprodução/Globo
Por ter entrado no 'BBB' com a família, Ana Clara tem de lidar com "pitacos" dos familiares em suas atitudes

No dia em que rolaram os primeiros amassos entre a sister e Breno, ela estava bastante alcoolizada, o que motivou seu primo a passar a noite acordado para prestar atenção nas atitudes que o rapaz teria com ela. No dia seguinte, o primo desabafou com o restante da família Lima sobre a bebedeira de Ana Clara, o que deixou a sister irritada.

Para completar, Ana Clara agora vive sob os olhares do pai 24 horas por dia, e Ayrton segue se incomodando com comportamentos da filha, como os excessos de álcool nas festas, o fato dela dormir demais e até o não-relacionamento com Breno. 

Longe de um confinamento como o do “BBB 18”, ter a família tão próxima assim da vida sexual não costuma ser a realidade de muita gente, mas, mesmo assim, a preocupação de Jorge ainda na primeira semana do programa era genuína e visava apenas o bem da prima. “Transar com mulher bêbada é estupro. Eu não vou deixar estuprarem minha prima. Ela estava tão bêbada que a produção falou para todo mundo entrar”, disse o ex-“BBB” na ocasião.

    Leia tudo sobre: BBB
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.