Tamanho do texto

Morar com os pais e curtir acessórios eróticos muitas vezes requer agilidade, muita atenção e uma bela criatividade para inventar desculpas mirabolantes

Apesar de muitas pessoas serem abertas com os pais quando o assunto é sexo, dificilmente vamos encontrar alguém que ache divertido ser pego no flagra em situações que têm a ver com o assunto. Não é raro encontrar pessoas que se meteram em confusões homéricas quando foram interrompidas pelos pais na hora H , mas, para encher alguém de vergonha, não é nem preciso pegar a pessoa no ato.

Para quem vive com os pais e tem uma vida sexual ativa, a possibilidade de haver um flagra constrangedor é grande
Shutterstock
Para quem vive com os pais e tem uma vida sexual ativa, a possibilidade de haver um flagra constrangedor é grande

Em um fórum voltado apenas para mulheres LGBT no Reddit, diversas internautas relataram o momento em que foram pegas no flagra com brinquedos eróticos (não necessariamente utilizando os acessórios). Confira os quatro melhores:

“Nós nunca mais falamos sobre isso”

“Minha mãe me pegou limpando os brinquedos uma vez. Ela entrou no banheiro, que estava de porta aberta porque achei que não tinha ninguém em casa, e começou a me perguntar algo. Ela viu o que eu estava fazendo, parou no meio da frase e ficou tipo ‘ops, eu falo com você depois’. Eu não a vi por três dias e nós nunca mais falamos sobre isso novamente, com exceção de ‘você está praticando sexo de forma segura, né?’ ‘Sim, mãe, eu tenho tudo sob controle, vamos nunca mais discutir isso de novo, ok?’” - NotyouraverageGIJane.

Leia também: Confira 8 micos que as pessoas já pagaram na frente da família dos parceiros

Invasor no chuveiro

“Eu deixei meu vibrador no chuveiro uma vez e minha mãe bateu na minha porta antes de entrar no banho aquela noite. A conversa foi algo assim:

‘Você precisa limpar o chuveiro’

‘Mas eu já limpei’

‘Não, você precisa limpar o chuveiro ’” – Lyn46.

“Eu disse que era uma lanterna”

“Quando eu estava no ensino médio, minha mãe entrou no meu quarto e trouxe meu vibrador que brilha no escuro, perguntando inocentemente (mas também levemente confusa/preocupada) o que era aquilo. Eu quase morri. E aí eu disse a ela que era uma lanterna. Até hoje eu não sei se ela acreditou, mas ao menos a conversa acabou” – Afabulous.

Leia também: Confira histórias de cinco vezes em que o sexo terminou em desastre

"De vez em quando ele traz o assunto à tona"

“MEU PAI ENCONTROU O MEU! Ele estava reorganizando meu quarto para mim com um amigo dele quando eles se depararam com a caixa. Eles pegaram-na, e ela não estava totalmente fechada. Então eles viram a cinta peniana dentro... Meu pai é um pastor, e o amigo era da igreja, mais velho. Meu pai me confrontou depois e disse ‘você estava planejando usar isso em alguma das suas amigas?’. Eu menti, e ele disse para eu me livrar dele... Eu nunca o fiz. De vez em quando, ele traz o assunto à tona, é aflitivo demais” – GoddessOfL.

E você, já foi pega no flagra em uma situação parecida? Conte seu mico nos comentários!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.