Tamanho do texto

A versão masculina do robô está sendo projetada por uma empresa norte-americana, que pretende criá-lo com um pênis "melhor do que um vibrador"

Não é nenhuma novidade que a indústria de robôs sexuais está crescendo depressa e criando máquinas cada vez mais parecidos com seres humanos. E não são só os homens que podem usufruir dessa tecnologia. Um empresa norte-americana está criando um robô sexual na versão masculina, e acredite se quiser, mas tudo indica que esse boneco poderá ter um pênis biônico. 

Leia também: Sexo com robô é traição? Maioria dos britânicos diz que "sim"

A versão masculina do robô sexual é capaz de conversar e vai ter uma personalidade própria
Reprodução/Instagram
A versão masculina do robô sexual é capaz de conversar e vai ter uma personalidade própria




A ideia do robô sexual masculino está sendo propagada por Matt McMullen, CEO da "Realbotix". Em entrevista ao "Daily Star Online", o empresário afirma que o objetivo é criar o boneco com um pênis "melhor do que um vibrador" e com previsão de lançamento ainda para 2018.

E quando o assunto é funcionalidade, Matt afirma que é só ligar o robô e usar o quanto quiser. Para ele, "o céu é o limite" e é possível criar máquinas de todas as formas e tamanhos. Além disso, o boneco também vai ter inteligência artificial, o que permite falar e ter uma personalidade própria — da mesma forma que acontece com os robôs femininos —, a principal diferença, nesse caso, é que a voz e o físico se assemelham aos de um homem. 


O empresário ainda afirma que o boneco é "mais do que um brinquedo sexual", já que muitas mulheres têm interesse em comprar o produto para conversar ou interagir diariamente. A versão feminina com inteligência artificial foi nomeada como "Harmony" e custa 15 mil dólares, ou cerca de R$48.500.

Leia também: Indústria de sex toy inova de novo e lança boneco inspirado em Justin Bieber

Substituindo homens

De acordo com a matemática Cathy O'Neil, uma realidade em que os homens são substituídos por robôs não está tão longe.  Para a especialista, assim que as mulheres perceberem que as máquinas são capazes de garantir prazer sexual e ainda fazer mimos, os homens podem se tornar "ultrapassados".

Cathy ressalta que as mulheres têm desejos sexuais e também são capazes de ter prazer com esse tipo de brinquedo sexual. Segundo informações do portal americano “New York Post”, esse é o principal motivo que faz a matemática acreditar que é inteiramente possível que as mulheres prefiram as máquinas aos homens de carne e osso.

“As mulheres não são tão capazes quanto os homens de [ter prazer com] objetivações bruta. Há espaço em nossa mente para pensamentos e desejos impuros. Além disso, os robôs não discriminam ninguém e eles provavelmente podem fazer boas massagens. As mulheres também podem ser mimadas por esses ‘homens robóticos’”, afirma. Entretanto, a dicussão acerca do robô sexual ainda é polêmica. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.