Tamanho do texto

Lola e Monica decidiram colocar a virgindade a leilão em um site em que o lance inicial é aproximadamente R$ 75,6 mil. Conheça a história

Para algumas mulheres, a primeira vez no sexo é algo “grandioso” e que deve ter sentimentos envolvidos. Para outras, a primeira vez não é algo assim tão significativo, e basta a vontade de fazer sexo estar ali para que tudo aconteça. Talvez isso explique por que algumas delas decidem, por exemplo, leiloar a própria virgindade.

Leia também: Confira seis dicas para tornar a primeira vez no sexo incrível

Lola (18) e Monica (20) decidiram vender a própria virgindade para assegurar um futuro mais estável
Divulgação/Cinderella Escorts
Lola (18) e Monica (20) decidiram vender a própria virgindade para assegurar um futuro mais estável

Lola, de 18 anos, e Monica , de 20, ambas holandesas, não são as primeiras jovens que decidem levar a virgindade a leilão, mas ambas têm os motivos que as levaram a fazer isso muito claros em suas mentes. Ambas estão listadas no site “Cinderella Escorts”, famoso por realizar esse tipo de negociação.

Em sites como esse, o valor inicial dos leilões por moças virgens começa em 20 mil euros (ou seja, o equivalente a R$ 75, 6 mil), sendo que 20% do valor fica com o site. Segundo as duas moças, essa verba vai ajudar a conquistar um futuro mais confortável. 

Leia também: 6 coisas sobre sexo casual que você deve saber antes de virar adepta da prática

“Eu quero vender minha primeira vez porque quero pagar pela minha faculdade e viver uma vida livre de preocupações relacionadas ao dinheiro. Também quero usar esse dinheiro para ajudar minha família com algumas das muitas dívidas que ela tem”, explica a Lola ao site de leilões. Já Monica afirma: “Acho que é o melhor para mim e isso ainda vai me ajudar a assegurar meu futuro”.

Repercussão

Muita gente contesta a decisão das jovens, mas elas estão prontas para justificá-la. Lola afirma que poucos são aqueles que realmente constroem um relacionamento com a pessoa com quem têm a primeira vez, e que ela não quer isso para si. “Eu posso evitar ter meus sentimentos feridos por alguém que pode acabar me deixando quando isso [primeira vez] acontecer”, conta a moça.

Monica levanta ainda a bandeira da liberdade sexual como justificativa para leiloar a própria virgindade. “Eu aprecio viver em uma sociedade e em uma época em que podemos decidir o que queremos fazer com nossos corpos. Para mim, é importante que eu me sinta no controle do meu corpo”, explica a segunda jovem.

Leia também: Pornografia em realidade virtual distorce o conceito de consenso, diz estudo

E nem sempre é pelo dinheiro. Na última semana, a britânica Jasmin, de 26 anos, foi notícia na mídia internacional após os lances pela virgindade dela chegarem a 100 mil libras (cerca de R$ 426 mil). Sobre a escolha, a jovem afirma: “Eu realmente respeito mulheres que são tradicionais e querem esperar para transar após o casamento. Eu era uma delas. Eu realmente queria esperar a pessoa certa, mas não quero esperar mais, então decidi por uma maneira que me fará feliz, estou certa da minha decisão”.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.