Tamanho do texto

Veja quantas relações sexuais estão relacionadas a cada faixa etária, segundo o levantamento, e descubra se você está dentro da média

O número de vezes que fazemos sexo depende de vários fatores: se temos ou não um parceiro, se esse parceiro é fixo ou não, se há tempo e lugar para o ato sexual e assim vai. Entretanto, de acordo com especialistas, há uma média de vezes relacionada a cada faixa etária.

Leia também: Anel peniano promete mais prazer para ele e para ela; veja como usar

Como já é esperado, quanto mais novo você é, mais sexo você faz, segundo o estudo do instituto americano
Shutterstock
Como já é esperado, quanto mais novo você é, mais sexo você faz, segundo o estudo do instituto americano

O levantamento foi feito pelo Kinsey Institute, que chegou à conclusão de que a nossa idade pode indicar o quanto de sexo vamos fazer. Como já era de se esperar, os jovens entre 18 e 29 anos são os mais ativos sexualmente, com uma média de 112 relações sexuais ao ano.

Em seguida, vem o grupo entre 30 e 39 anos, que registrou 86 relações sexuais ao ano, o que dá menos de dois atos sexuais por semana. O número diminui ainda mais no grupo seguinte, de 40 a 49 anos, que obteve uma média de 69 relações ao ano.

Leia também: Já pensou em usar um mini vibrador? Saiba as vantagens desse acessório

De acordo com os pesquisadores, entretanto, isso não quer dizer que, quanto mais velho você fica, com menos vontade sexual também fica. Para os especialistas, isso só mostra como o estresse do dia a dia e as obrigações da família, além das dificuldades físicas, podem interferir nos relacionamentos. O fato da pessoa se sentir menos sexy com a idade é outro ponto que pode pesar na hora H. Além da frequência cair, a satisfação também cai.

“Esses resultados são importantes porque nos mostram que se queremos realmente entender a sexualidade relacionada a adultos mais velhos precisamos estudar mais que apenas a biologia. Precisamos considerar também fatores como se sentir mais velho e os estereótipos negativos relacionados à idade”, explicou Dr. Justin Lehmiller no site do instituto Kinsey.

Leia também: Testar e avaliar brinquedos eróticos pode render R$ 115 mil

A pesquisa foi publicada pelo Journal of Sex Research e traz uma análise da vida sexual de 1.170 americanos, que responderam questionários sobre a própria vida sexual com perguntas sobre frequência, desejo e satisfação no sexo.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.