Tamanho do texto

Não basta lavar só depois de usar, já que quando o aparelho está aguardado pode acumular pó, e não é nada legal ter esse tipo de coisa dentro da vagina

Brinquedos sexuais são grandes aliados na hora do sexo ou de um carinho mais íntimo feito por nós mesmas, mas para que o investimento não seja em vão e para que você consiga ter o maior proveito do aparelho sem problemas é preciso cuidados com a limpeza do produto.

Leia também: Veja dicas de segurança para usar e cuidar de seus brinquedos sexuais

Alguns brinquedos sexuais não podem, simplesmente, serem jogados em um balde com água, já que isso danifica o motor
Shutterstock
Alguns brinquedos sexuais não podem, simplesmente, serem jogados em um balde com água, já que isso danifica o motor

A limpeza regular dos brinquedos sexuais vai ajudar a manter o material em bom estado e também colaborar para o bom funcionamento do motor, caso ele tenha um. E mais importante do que isso, apesar dos fluídos genitais não serem sujos, a região íntima é muito sensível, e qualquer bactéria que esteja em um aparelho mal limpo pode causar problemas.

Em entrevista ao site “Refinery29”, Claire Cavanah, cofundadora de uma sex shop em Nova York, nos Estados Unidos, diz que o essencial é lavar o brinquedo depois do uso, mas não esqueça de fazer o mesmo antes de introduzi-lo em sua genitália. A especialista conta que na caixa do produto já deve vir um manual de limpeza, mas se você perdeu o papel ou não lembra das dicas, existem instruções gerais tanto para vibradores quanto para  consolos ou cintas penianas . Confira:

1. Lavagem

Depois que usar o brinquedo sexual, você deve lavar sempre antes de guardá-lo. “Você não quer seus fluidos corporais secando no material ou, então, caindo na gaveta”, brinca Claire. E dependendo do local onde você guarda, é importante lavar antes do uso também. “Se o seu vibrador ou consolo é deixado em ambiente aberto, pode coletar ácaro, pelos de animais ou poeira” – e nada disso é legal dentro da vagina.

2. Não ensope o brinquedo

É importante tomar cuidado para não colocar o aparelho totalmente dentro da água na hora da lavagem, a não ser que ele seja prova d’água, claro. Principalmente no caso de brinquedos que vibram, é preciso tomar cuidado com a parte eletrônica dos mesmos. Deixá-los ensopados ou dentro de uma pia com água e sabão, por exemplo, vai danificar o motor. Para limpá-los, basta deixar um pouco de água escorrer, com a ajuda de um torneira, por exemplo ou simplesmente passar um pano úmido. Em seguida, secá-lo adequadamente.

Leia também: 9 cuidados que você deve tomar com os vibradores

3. Ajuda dos “universitários”

Se você é daquelas que depois do sexo quer apenas virar pro lado e dormir, levantar da cama apenas para limpar o brinquedo sexual pode ser um sacrifício. Por isso, já existem sprays especiais para deixar o aparelho limpo mesmo sem água. Alguns produtos podem ser usados com segurança em látex, borracha e silicone. Segundo Claire, além de ajudar os casais mais “preguiçosos” após a transa, pode também ajudar quem precisa ser mais discreto.

4. NUNCA use a máquina de lavar louça

Alguns brinquedos sexuais podem derreter se expostos a altas temperaturas. Sendo assim, a máquina de lavar louça nunca deve ser uma opção. Por mais que você tenha certeza de que ele não vai derreter, pode ser que o motor seja danificado durante a limpeza. O mais correto, sempre, é destinar um tempinho para limpar com cuidado o brinquedo.

Outros cuidados

Brinquedos sexuais também não podem ser guardados de qualquer forma, já que podem acumular pó e bactérias
Shutterstock
Brinquedos sexuais também não podem ser guardados de qualquer forma, já que podem acumular pó e bactérias

Não basta apenas cuidar da limpeza dos brinquedos sexuais para ter uma boa relação com esses aparelhinhos. Na hora da penetração, por exemplo, é importante lembrar de usar lubrificante. Mas é essencial prestar atenção nas substâncias que formam o produto. Aqueles à base de água são os mais indicados, já que não causam reação alérgica. Já outros mais elaborados, com silicone ou óleo, podem não ser compatíveis com o material do brinquedo erótico e desgastá-lo. O mesmo pode acontecer com a camisinha, então cuidado redobrado com o lubrificante escolhido.

Como já foi dito anteriormente, o local onde o brinquedo vai ser guardado também é importante. Se você deixar em uma estante, por exemplo, ele pode acumular pó e pelos de animais. Já se ficar jogado dentro de uma gaveta, entra em contato com outros produtos. O melhor é que ele tenha uma bolsinha especial para guardá-lo. Desta forma vai evitar que ele suje enquanto não está sendo usado.

É interessante saber usar o brinquedo sexual corretamente também. Recentemente, uma jovem britânica perdeu um plug anal dentro do intestino após um parceiro sexual introduzir demais o item em seu ânus. Ela só conseguiu recuperar o brinquedo após passar por um procedimento cirurgico em um hospital.

Dá para compartilhar?

Quando o brinquedo for usado tanto no sexo anal quanto no vaginal é legal colocar camisinhas diferentes no produto
Shutterstock
Quando o brinquedo for usado tanto no sexo anal quanto no vaginal é legal colocar camisinhas diferentes no produto

Alguns casais pode compartilhar o brinquedo sexual. Não existe nenhum problema nisso, basta tomar cuidado por conta dos fluídos que são transmitidos na prática. Além de lavar após cada uso, é interessante também colocar um preservativo no brinquedo. Quando o seu parceiro ou parceira estiver usando e vocês forem trocar para você, troquem também a camisinha que estiver protegendo o aparelho.

O mesmo deve ocorrer se você quiser trocar o orifício em que o brinquedo está inserido. Se o estímulo é anal, você deve limpá-lo muito bem antes de trocar para o estímulo vaginal, já que resquícios de fezes podem ficar no brinquedo. Nessa hora, a camisinha também pode ser de grande ajuda. Quando estiver com o brinquedo no ânus, use uma camisinha, quando for mudar para a vagina, coloque outro preservativo.

Quando trocar?

Por mais cuidado que você tenha, se você usa o produto ele vai desgastar. Sendo assim, fique de olho em sinais que mostram que o brinquedo não está mais perfeito. Se a bateria vazar, por exemplo, ou houver descoloração, está no momento de comprar um novo.

Leia também: Vale fazer sexo com o ex? Mulheres contam experiências e especialista dá dicas

Nessa hora, é importante saber bem o material do brinquedo sexual – principalmente se você tem alergia com determinadas substâncias. Conhecer o produto que você está comprando também é importante para saber como limpá-lo corretamente depois.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.