Tamanho do texto

Não existe apenas um tipo de beijo, e são vários os fatores que determinam qual deles será dado, como intimidade e o local em que as duas pessoas estão

Enquanto dar um beijinho nos nossos pais, família e amigos é algo normal e tranquilo de se fazer, quando o assunto é relacionamentos , os tipos de beijo envolvidos podem dar muita dor de cabeça em quem não se sente tão seguro para fazê-lo.

Leia também: Quero mais é beijar na boca! Quantas calorias você queima no beijo?

Em entrevista ao site “The Sun”, a especialista em linguagem corporal Judi James deu algumas dicas de como se sair bem nos diferentes tipos de beijo . Confira:

Primeiro beijo

Dentre os diferentes tipos de beijo, o que mais causa nervosismo é o primeiro, claro, mas é só lembrar de manter o equilíbrio
Shutterstock
Dentre os diferentes tipos de beijo, o que mais causa nervosismo é o primeiro, claro, mas é só lembrar de manter o equilíbrio

O maior sinal de que você está querendo beijar alguém é, durante a conversa, olhar um pouco para os lábios da pessoa e, depois, de volta para os olhos. O movimento é simples, apesar de assustar muita gente. Se aproxime da pessoa, alinhem as cabeças e beije com lábios fechados e ligeiramente franzidos e levantados.

Vocês vão, com certeza, sorrir depois disso. Aproxime-se mais da pessoa, abra os lábios levemente e feche os olhos. Você pode por as suas mãos em volta da cintura da pessoa enquanto ela repousa as mãos em seus ombros – ou vice versa. As bocas se pressionam uma contra outra e a pressão dos lábios aumenta. Beijem-se por vários segundos, mas a especialista lembra: primeiro beijo não é sobre a ação da língua.

Leia mais: Primeiro beijo - dicas para encarar esse momento sem neuras

O nervosismo vai ser grande nessa hora e não adianta ficar seguindo um check list, mas se você nunca beijou, o essencial é saber que você deve tocar a pessoa o suficiente para conseguir manter o equilíbrio. E não vá com tudo de uma vez só. Não tem problema ser tímida essa hora, ir com calma (fica até mais fofo e romântico). Não precisa de língua ou bocas muito abertas. Vá conhecendo o lábio da pessoa lentamente e você saberá o que fazer.

Beijo em público

Diferentes tipos de beijo também exigem diferentes tipos de locais, já que é errado ser desrespeitoso com outras pessoas
Shutterstock
Diferentes tipos de beijo também exigem diferentes tipos de locais, já que é errado ser desrespeitoso com outras pessoas

O relacionamento foi em frente, e vocês, como um casal, vão acabar trocando beijos em público. Mas não pode ser qualquer beijo, para não incomodar as pessoas em volta. A especialista Judi explica que a posição ideal é a em que o casal fica de frente um para o outro, com as mãos dadas, mas nada de pescoço pra um lado, pescoço pro outro. Invista nos tipos de beijo mais delicados e calmos, como as bitoquinhas ou os mais rapidinhos.

O beijo também não precisa ser na boca para ser especial. Muitas mulheres adoram ser beijadas na testa quando a pessoa ao lado é mais alta ou até na pontinha do nariz, como David Becham costuma fazer com a esposa, Victoria. E por que não beijos carinhosos na bochecha, bem apertados? Ou no pescoço quando o namorado é muito mais alto. Esses beijos também são importantes para a aproximação do casal.

Leia também: 20 tipos de homens com quem você não deve ter um relacionamento

Segundo Judi, é importante que o casal saiba escolher um momento e um lugar apropriados para uma demonstração espontânea de paixão. Agora, tornar um beijo público em algo mais sexual já é demais. Isso se torna desrespeitoso as pessoas em volta.

Beijo apaixonado

Nessa hora, o corpo mostra que quer mais do que apenas alguns beijos, então é preciso escolher um lugar certo para isso
Shutterstock
Nessa hora, o corpo mostra que quer mais do que apenas alguns beijos, então é preciso escolher um lugar certo para isso

O objetivo desse beijo é terminar no quarto – mesmo que isso não aconteça, a vontade entre o casal é essa. Ele é mais forte, intenso e quente. Vocês se beijam de bocas abertas e podem usar a língua agora. Usem os braços e as mãos para sentirem o corpo um do outro. Não tenham receio de se aproximar e ficar muito grudados.

Você pode desatar a camisa do parceiro nessa hora, já dando indícios de que quer algo a mais. Isso também vai facilitar o contato com a pele da pessoa. Deixe o outro fazer o mesmo com você – se quiser, claro.

Aposte nas bocas abertas e línguas para aumentar a intensidade do beijo. Faça uma “trilha” de beijos para explorar outras partes do corpo também. Evite fazer muito barulho para não estragar o clima. Se você sabe que não vai ficar só no beijo, então não demore muito nessa fase para não ficar maçante.

Beijo amigo

No caso do beijo amigo, é preciso conhecer os costumes do local para saber se serão dois beijinhos ou apenas um, como em SP
Shutterstock
No caso do beijo amigo, é preciso conhecer os costumes do local para saber se serão dois beijinhos ou apenas um, como em SP

Esse varia muito, mas é preciso ficar atento a alguns detalhes. Em alguns lugares, como no Rio de Janeiro, o costume é de dar dois beijinhos nas bochechas, diferentemente de São Paulo, onde as pessoas só dão um. A pessoa também tem de ter noção da intimidade que tem com o outro para saber se dá um beijo mais carinhoso ou apenas um aperto de mão mesmo.

A intimidade também vai ditar o espaço entre as duas pessoas na hora do beijo. Quanto mais íntimos forem, mais próximo e apertado pode ser o beijo. Já quando a pessoa conhece a outra há pouco tempo, pode ser incômodo receber um beijo assim. A pessoa pode acabar invadindo, às vezes sem querer, o espaço do outro tentando ser agradável. É preciso, então, prestar atenção nisso.

Leia também: Idosos provam que nunca é tarde para amar com ensaio de noivado que viralizou

Quando você vai dar esse beijo de amigo é interessante anunciar com um linguagem corporal que vai fazê-lo, para que não ocorra um erro de comunicação e a pessoa achar você não o faria – e aí fica aquela dancinha constrangedora. Se isso acontecer, o melhor é seguir com a sua ideia, a não ser que sinta que a pessoa não está a vontade com o beijo.

E se você estiver de batom, cuidado para não exagerar e acabar marcado o rosto da outra pessoa. Isso não é nada legal. Já em outros tipos de beijo, como o apaixonado, o parceiro nem vai ligar se ficar com algumas marcas do seu batom. 

    Leia tudo sobre: Amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.