Tamanho do texto

As pessoas estão gastando mais tempo nos relacionamentos para se conhecerem bem antes oficializar a união. Você faz parte desse grupo?

O casamento ainda pode ser o sonho de muita gente, mas agora, mais do que nunca, os casais estão demorando mais para subir ao altar. De acordo com uma nova pesquisa, as pessoas não estão dando aquela enroladinha básica, mas, sim, gastando mais tempo com o namoro para se conhecerem bem antes de dizer “sim”.

Leia também: O amor e suas diversas formas

O namoro está mais longo, pois os casais estão preferindo esperar antes de oficializar a união
shutterstock
O namoro está mais longo, pois os casais estão preferindo esperar antes de oficializar a união


O levantamento foi realizado pelo site do casamento Bridebook e ao analisar as informações de quatro mil casais heterossexuais recém casados, descobriu que os parceiros gastaram aproximadamente cinco anos de namoro e 3,5 vivendo juntos antes de se casarem. Na verdade, 89% dos casais entrevistados já viviam juntos antes de oficializar a união.

Segundo informações do portal “Huffington Post Canada”, a pesquisa também aponta que os parceiros da atualidade estão se casando um pouco mais tarde do que a última geração – as noivas e os noivos são em média oito anos mais velhos do que os da década de 1970.

Outras coisas também mudaram no decorrer dos anos, 83% dos entrevistados dizem que não se sentem pressionados a oficializar a união, por exemplo. As pessoas também estão se envolvendo em mais relacionamentos, já que boa parte dos participantes disse que já teve pelo menos duas relações sérias anterior a atual.

Comum acordo

De acordo com estatísticas levantadas no Canadá, os acordos de direito comum crescem mais rapidamente do que o número de casamentos. Entre 2006 e 2011, o número de casais que viviam de comum acordo perante a lei aumentou 13,9%, mais de quatro vezes o aumento de casados, que foi de 3,1%.

Leia também: Idosos provam que nunca é tarde para amar com ensaio de noivado que viralizou

A maioria esmagadora das pessoas (91%) só se casou para reafirmar o compromisso, 2% foi por pressão social, por razões financeiras mais 2% ou por conveniência 2%. Mostrando que para esta geração, o amor é a razão mais forte pela qual as pessoas se casam.

O que é preciso discutir antes de casar?

Bom, se você está junto com o parceiro por um ou cinco anos, tenha claro que há discussões importantes que precisam ser debatidas antes de colocar uma aliança. Para a conselheira Wendy Atterberry, os casais devem falar sobre os seguintes assuntos:

  • Dívidas que terá de pagar;
  • Se você quer ou não quer filhos;
  • Onde você quer viver;
  • São da mesma religião;
  • Sexo;
  • As contas bancárias serão compartilhadas;
  • Divisão de trabalho doméstico.

Leia também: Após 3 anos de zoeira, casal que se conheceu no Tinder finalmente terá encontro

A especialista ainda faz algumas indagações: “Você quer dormir com apenas uma pessoa para o resto da sua vida? Vai continuar feliz e satisfeita?”. Para ela, o casamento não faz você mais feliz do que apenas viver junto, podendo ser por isso que alguns casais optam por esperar mais tempo antes de sair do namoro e oficializar a união.

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.