Tamanho do texto

Sexo com o ex pode ser bem interessante, mas também trazer mágoas e problemas antigos à tona. Veja histórias de quem já fez e dicas de uma especialista caso você queira arriscar essa aventura sem neuras

Terminar um relacionamento pode ser bem complicado dependendo da maneira como for feito. Mas em alguns casos, o término acontece de um jeito tão amigável que as pessoas até voltam a fazer sexo com o ex. Foi o caso de Juliana*, que após dois anos do fim do relacionamento com Carlos* decidiu dar uma nova chance ao ex parceiro.

Leia também: Como propor uma fantasia sexual para meu namorado sem ofender?

Alguns casais voltam a fazer sexo depois do fim da relação
shutterstock
Alguns casais voltam a fazer sexo depois do fim da relação

Para Juliana, não foi fácil fazer sexo com o ex e levou algum tempo para ela tomar a decisão. Ela estava em uma relação de três anos quando ela passou em uma universidade em São Paulo e precisou mudar de cidade. “Nós até tentamos manter um relacionamento mesmo longe um do outro, mas a falta de tempo juntos e o ciúmes dele fizeram com que a gente não conseguisse lidar com a distância”, explica Juliana.  

Dois anos depois, em uma visita a sua cidade-natal, ela reencontrou Carlos em uma festa. No começo, ficou um clima meio estranho e eles não sabiam muito bem como falar um com outro. “Até nossos amigos ficaram constrangidos com o clima chato que estava e não sabiam o que fazer”, conta Juliana. Cansada daquela situação, ela decidiu chamá-lo para conversar em particular.

“O primeiro minuto de conversa foi estranho para nós dois, mas, de alguma forma, a familiaridade fez com que a gente ficasse mais tranquilo e a conversa fluísse tranquilamente”, afirma Juliana. Um dia depois da festa, ela recebeu uma mensagem do Carlos dizendo que ainda sentia falta dela.

Como eles não tinham se separado por falta de amor e, sim, pela distância, eles viram que ainda queriam estar um com o outro apesar do término. “No começo, a gente falava mais coisas relacionadas à vida atual que nós levávamos e contamos as novidades. Mas pouco tempo depois, começamos a falar sobre a saudade que sentíamos um do outro, incluindo na hora do sexo”, relata Juliana. Ainda assim, ela ficou na dúvida se era uma boa ideia tentar de novo com Carlos.

Leia também: Devo voltar com o ex-namorado? 5 perguntas vão te ajudar a decidir

Três meses após o reencontro na festa, ela foi para sua cidade mais uma vez e decidiu vê-lo novamente. “Fomos para um bar e um depois para um motel. A vida é muito curta para ficar só no beijo”, brinca Juliana. “Foi engraçado ver como nós dois mudamos após esse tempo separados. Eu não tinha mais certeza se ele gostava das mesmas coisas de antes e se seria bom do mesmo jeito. Mas foi ainda melhor”, conta Juliana.

Apesar de não terem reatado oficialmente o relacionamento, Juliana ainda continua transando com o ex quando volta para sua cidade. “Não temos mais aquela pressão de estar em uma relação e ao mesmo tempo podemos aproveitar juntos quando nos encontramos. E estamos bem assim”.

As vezes não dá certo

No caso da Laura*, a situação foi um pouco diferente. Sete meses após o fim do relacionamento, ela encontrou o ex em uma festa e a conexão foi imediata. Neste momento, o ex dela (Guilherme*) já estava em um relacionamento aberto com outra mulher, que não estava na cidade.

Foi então que o ex casal começou a conversar. “Nós dois estávamos bêbados e querendo ou não lembramos da nossa história”, afirma Laura. “Justamente por a gente ter esse passado, quando nos olhamos a gente já sabia o que ia acontecer”. Mas ainda assim, de acordo com Laura, foi o Guilherme que teve a iniciativa de chamá-la para a casa dele para transar .

Por eles já se conhecerem e terem bastante intimidade, eles decidiram não inovar na hora do sexo. “Na hora foi bem natural. A gente já sabia das coisas que a gente gostava”, conta Laura. “Na hora foi ótimo, mas depois foi estranho porque nos vimos naquela situação pós-término e ficando de novo”. Além disso, o ex pareceu ter se arrependido e ficou repetindo que aquilo não poderia acontecer novamente. “Ele me pediu desculpas depois, mas ficou esquisito”. Desde então, eles não transaram mais.

Leia também: Veja 5 coisas que parceiro algum pode exigir que você faça em uma relação

Dicas para fazer sexo com o ex

Se você está sentindo vontade e quer experimentar ter relações sexuais com o seu ex, a situaçãopode até ficar divertida, mas é preciso tomar alguns cuidados. A especialista em relacionamentos Pam Spurr deu dicas para o “The Sun” sobre o que fazer quando você for transar com o ex:

1. Pratique a relação sexual sem apego

Vocês já terminaram, então quem sabe o que o futuro tem a trazer? Então entrem em um acordo de que a relação entre lençóis não precisa ter necessariamente um tipo de compromisso.

2. Experimente

Tinha algo que vocês sempre quiseram tentar, mas nunca tentaram quando estavam juntos? Vocês já conhecem o comportamento de outro na hora da relação e agora é a hora de testar coisas novas e surpreender.

3. Ensine novos truques

Problemas na hora do sexo contribuiram para o rompimento, mas você pode dar uma ajudinha para ele agora. Vá até ele e diga exatamente o que faz você ficar excitada. Mostre-lhe os movimentos que você quer - talvez mais carícias em seus seios, beliscadas suaves em seus mamilos, uma técnica de oral diferente. Você não tem nada a perder e ocultar seus desejos reais agora é inútil.

4. Não tenha vergonha do seu corpo

Vocês já estiveram em um relacionamento, então provavelmente você e seu ex conhecem bem o corpo um do outro e não precisam ter vergonha de mostrar nada. É o momento de usar roupas íntimas novas e mostrar toda sua confiança.

5. Realizem fantasias um do outro

Você estão juntos novamente, talvez para apenas um fim de semana ou talvez voltar para algo mais sério. Independentemente da durabilidade da relação, use seu tempo para realizar suas fantasias mais secretas. Descreva em detalhes como você poderia fantasiar sobre ele ir até o seu escritório e vocês fazerem sexo na mesa, por exemplo. Existem inúmeras situações que vocês podem fantasiar e levar para a vida real.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.