Tamanho do texto

A prática pode aliviar o estresse e melhorar o rendimento dos funcionários

Muitas vezes, o ambiente de trabalho é cansativo e desgastante. Para aliviar o estresse da rotina, você já pensou em se masturbar no próprio local de trabalho? A ideia pode parecer estranha em um primeiro momento, mas um novo estudo sugere que fazer pausas no expediente para praticar a masturbação é positivo em diversos aspectos. 

Leia também: Quer melhorar seu desempenho no trabalho? Sexo pode ser a solução

Novo estudo aponta que fazer pausas no trabalho para praticar a masturbação alivia o estresse e aumenta o rendimento
shutterstock
Novo estudo aponta que fazer pausas no trabalho para praticar a masturbação alivia o estresse e aumenta o rendimento

De acordo com os pesquisadores, a masturbação durante o experiente é uma ótima forma de aliviar o estresse e a pressão do ambiente corporativo. O professor de psicologia na Universidade de Nottingham Trent (Inglaterra), Mark Sergeant, afirmou em entrevista ao site britânico "Metro" que a prática pode resultar em mais foco e produtividade e menos agressividade.

O pesquisador defende que pausas para se masturbar podem ser uma grande de forma de "recompensa" e de automotivação para os funcionários. Para ele, seria algo que as pessoas encarariam como um prêmio por fazer tudo da sua "checklist" diária. A ideia é que, após uma tarefa cansativa e trabalhosa, o funcionário se masturbe para se reanimar e voltar mais focado para as próximas atividades. 

Leia também: Sueco propõe pausa no expediente para sexo no trabalho e aponta benefícios

No entanto, o pesquisador preocupa-se com a forma que o estudo será interpretado. "A introdução de qualquer forma de comportamento sexual em um local de trabalho pode fazer com que as pessoas pensem que outras formas de comportamento sexual, como aquelas ligadas ao assédio, são mais aceitáveis".

Recomendações

O psicólogo Cliff Arnall também comentou sobre o estudo para o site britânico. De acordo com ele, o ato não deve ser focado em fantasiar sobre um colega. A principal motivação deve sempre ser o alívio do estresse e o desejo genuíno de fazer uma pausa no expediente. 

Leia também: Organização oferece serviço de masturbação para pessoas com deficiência

Além disso, Cliff afirma que é preciso estar ciente que o orgasmo deverá ser atingido rapidamente. De acordo com ele, algumas pessoas podem ficar frustradas por não conseguirem atingir o prazer, e o benefício da masturbação, que é a redução do estresse, dificilmente será atingido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.