Tamanho do texto

O preservativo é o método mais eficiente mais evitar gravidez e DSTs , mas também pode apimentar a relação e ser uma demonstração de amor próprio

O carnaval está chegando e, sem dúvidas, essa é uma das épocas mais aguardadas pelos brasileiros. Músicas contagiantes, calor, praia, diversão, tudo se torna propício para a “azaração”. Nessa festa, a paquera costuma rolar soltar e os beijos na boca podem evoluir para algo mais quente, então o preservativo precisa ser seu melhor amigo.

A camisinha pode apimentar a relação, além de proteger de DST's e previne gravidez indesejada
shutterstock
A camisinha pode apimentar a relação, além de proteger de DST's e previne gravidez indesejada


Leia mais: Camisinhas de caipirinha e lubrificantes de catuaba: sexo seguro mais divertido

Pode parecer clichê, mas é sério.  Segundo dados do Ministério da Saúde, 45% das pessoas ativas sexualmente não utilizam camisinha. E não para por aí, seis em cada 10 adolescentes, de 15 a 19 anos, não usaram preservativo  em alguma relação sexual no ano passado, mesmo sabendo que este é o modo mais eficaz de prevenir diversas doenças. 

Se os dados não são suficientes para te convencer a se proteger, veja seis motivos que vão te mostrar que o uso da camisinha é indispensável nas relações sexuais, não só no carnaval, mas durante todo o ano.

1- Previne DST/AIDS

Não adianta nada ter uma noite de prazer e depois descobrir que está com uma doença séria. “A camisinha evita a troca de secreções genitais e orais, prevenindo assim contra as doenças sexualmente transmissíveis como a AIDS, HPV, sífilis, hepatite B, herpes genital, gonorreia entre outras”, alerta a coach em relacionamento Cátia Damasceno.

2- Gravidez indesejada

Uma gravidez muda totalmente a vida de uma pessoa, principalmente de uma mulher. “Todos os métodos contraceptivos têm uma taxa de falhas , mas adicionando a camisinha na prática sexual a eficácia pode chegar perto de 100%”, explica a especialista. Então já sabe, se não tomar cuidado, o carnaval do ano que vem pode ser em um bloquinho infantil.

3- Não tem contraindicação

Os anticoncepcionais têm uma grande carga hormonal, por isso, muitas mulheres evitam usar esse medicamento. Além de não ter que se preocupar em tomar o remédio todo santo dia, a camisinha não tem hormônios, você só usa na hora da relação sexual e não tem contra-indicações.

Leia mais: Camisinha feminina: especialista tira todas suas dúvidas

“Há casos de alergia ao látex, item principal na fabricação da camisinha. Contudo, hoje já existe preservativo próprio para quem sofre deste tipo de alergia”, ressalta Cátia.

São diversos os tipos de preservativos disponíveis no mercado
shutterstock
São diversos os tipos de preservativos disponíveis no mercado


4- Apimenta a relação

Quem disse que a camisinha não pode deixar o sexo mais quente? O mercado oferece diversas variações desse produto. “Tem opções de cores, sabores, que esquenta e esfria e também que prolonga o prazer e retarda a ejaculação . Até versões de LED existem para animar e muito o sexo”, fala a coach em relacionamento.

5- Amor próprio

O uso da camisinha mostra que você está respeitando e protegendo o próprio corpo, pois você está buscando o prazer com responsabilidade, saindo de situações que oferecem risco à própria saúde .

6- É gratuito

Essa desculpa de que não tem dinheiro para comprar ou que não sabe onde encontrar de graça, não cola mais há séculos. Camisinhas são distribuída nos postos de saúde e em pontos específicos (inclusive nos próprios blocos de carnaval ), são gratuitas e tem a mesma eficácia das comprados encontrados na farmácia.

Leia mais: Camisinha: você sabe mesmo usar direito?

Ah, e não é feio a mulher carregar o preservativo na bolsa, tá? O que é feio mesmo é o casal deixar se proteger, então fique esperta antes de se jogar na folia!  

    Leia tudo sobre: gravidez
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.