Tamanho do texto

"Meu namorado e meu melhor amigo, e isso dá mais força para o namoro." Conheça história de quem encara um amor à distância e veja como é possível

Vontade de sair para jantar ou apenas ficar juntinho no sofá, vendo um filme na televisão. Coisas comuns aos namorados, mas que se tornam complicadas em um relacionamento à distância. Conversamos com quem vive - e bem - um namoro assim e também com uma especialista, que dá dicas para encarar um relacionamento sem neuras. 

Bárbara conta como mantém relacionamento à distância por seis anos
Arquivo pessoal
Bárbara conta como mantém relacionamento à distância por seis anos


10 hábitos que você deve evitar para salvar um relacionamento desgastado

Em 2010, durante um evento de cosplay em São Paulo, a design gráfica Bárbara Corrêa conheceu o atual namorado. Como moravam longe pensou que não daria certo, mas eles foram mantendo contato e o desejo de viver esse relacionamento, mesmo à distância , só foi crescendo.

Cerca de um ano depois, o casal se reencontrou e eles deram o primeiro beijo. Foi então que eles oficializaram a relação, que já dura seis anos e meio.

Superando a distância

Durante boa parte do namoro, o rapaz morou em Americana, interior de São Paulo, e Bárbara, na capital. O trajeto entre as cidades leva cerca de 2h30. “Costumávamos nos ver uma ou, raramente, duas vezes por mês. Mas em 2016 ele precisou se mudar para Pelotas, no Rio Grande do Sul. Agora só nos vemos nas férias dele”, conta Bárbara.

"Dei match com a minha prima": história cômica em aplicativo de relacionamento

Mesmo com as dificuldades, a coach de relacionamento Cátia Damasceno afirma que ter encontros frequentes são importantes para manter a relação. “Embora alguns casais não tenham disponibilidade de tempo, ou então uma boa situação financeira, a prática é legal mesmo que poucas vezes, pois ameniza a saudade”, diz.

Abusando da tecnologia

A tecnologia é um grande facilitador, Bárbara conta que ela e o namorado conversam por  WhatsApp e Facebook e, sempre que possível, usam o Skype para se verem na webcam. Para Cátia, o casal está certíssimo. O romance precisa ser adaptado a realidade e rotina do casal.  

Confiança é tudo

Por estar longe, a desconfiança pode ser uma inimiga. Para Bárbara, além de confiar é preciso que haja amizade . “Ele é meu namorado e melhor amigo, e isso dá mais força para o nosso namoro. É preciso saber equilibrar as coisas e ter um bom senso para que dê certo”, comenta.

Elas tem dificuldade em manter um relacionamento

Se um não acreditar no outro, quando o encontro acontecer, o casal vai acabar perdendo tempo (que teriam para ficar juntos) discutindo a relação , a famosa “DR”.  “Conversem de tudo, se divirtam, e não fiquem brigando ao se encontrar. Aproveitem para curtir ao máximo”, aconselha a especialista.

Planejamento

Outra dica para que vive um relacionamento à distância é sempre planejar , alinhando com o parceiro quais são os planos futuros . Assim nem você ou ele criam expectativas erradas. “A outra pessoa precisa saber se os desejos são comuns. Por exemplo, se tem vontade de viajar, focar na carreira, estudar e por aí vai”, completa Cátia. Com conversa, tecnologia e cabeça no lugar é possível esperar até o próximo encontro. E que ele chegue logo!

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.