Tamanho do texto

Ele fez uma campanha na internet para arrecadar dinheiro para comprar medicamentos que ajudariam a esposa a passar o Natal com o filho de meses

Sabe aquelas histórias de amor que parecem enredos de filmes românticos? É a história real de Ed Cusick e Nina. Ela lutava contra um câncer no intestino e tinha o desejo de passar o Natal com o filho Teddy, de apenas 21 meses. O marido fez o que pode para tentar realizar esse sonho e comoveu inúmeros internautas. 

Ed Cusick fez um desabafo emocionante ao perder a esposa para um câncer
Reprodução/Mirror
Ed Cusick fez um desabafo emocionante ao perder a esposa para um câncer


Para fazer pedido de casamento, homem simula prisão com ajuda de policiais

Como o tratamento contra o câncer é algo muito caro, Ed resolveu divulgar o drama que estava passando em um post emocionado na redes sociais. Ele contou que precisava de auxílio financeiro para ajudar Nina a sobreviver até o Natal para a família poder passar a data juntos.

Campanha

As pessoas se solidarizaram com a história, e Ed conseguiu arrecadar 100 mil libras – mais de R$ 400 mil – para ajudar a comprar os remédios que o tratamento da doença exigia. Os médicos disseram que para Nina se manter bem era preciso tomar um medicamento que custava mais de cinco mil libras – cerca de 21 mil reais, segundo informações do "The Mirror".  

Momento de dor

Infelizmente, Nina não conseguiu sobreviver e morreu antes do Natal. Em um post no Facebook, Ed emocionou muita gente ao contar que mesmo com todo o esforço, a esposa não conseguiu resistir. Ele começa dizendo: “É com a pior dor que já senti que escrevo para informar a todos os nossos amigos que perdi tragicamente minha Nina”.


Amor 'compra' mais felicidade que dinheiro, diz estudo de universidade britânica

A postagem logo ganhou grandes proporções nas redes sociais e já soma quase três mil reações, mais de 700 comentários e mais de 300 compartilhamentos.

Lutando pela vida

Nina desenvolveu uma infecção e precisou ser levada ao hospital. “Ela lutou muito pela sua vida, mas os antibióticos não tiveram efeito, eles foram interrompidos e ela morreu em meus braços. Estava deitado ao lado dela na cama do hospital. Estou destruído. Ela era meu mundo”, disse Ed em outro trecho da postagem.

Estudo aponta idade ideal para se casar e evitar que a união resulte em divórcio

Esperando a cura

Em fevereiro de 2015, a mulher foi diagnosticada com câncer semanas depois de dar à luz o filho Teddy. Aos 34 anos, Nina esperava para participar de uma cirurgia no próximo ano, que poderia curá-la completamente da doença, mas os médicos disseram que primeiro ela precisava tomar um remédio de longa duração chamado Regorafenib. Ela perdeu a luta contra o câncer a história comoveu milhares de internautas. 

    Leia tudo sobre: amor
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.