Tamanho do texto

Você sabe como colocar a camisinha feminina? Será que ela previne contra as doenças, como a masculina? Tire suas dúvidas sobre o assunto

Quando o assunto é preservativo , geralmente o primeiro que vem à mente é o masculino. Mas já existe há um tempo no mercado a camisinha feminina. Você sabe como usá-la?

A camisinha feminina não é considerada tão prática quando a masculina e esse é um dos motivos pelos quais as mulheres ainda não aderiram completamente ao produto. Essa é a justificativa do ginecologista Domingos Mantelli. "As mulheres, por vergonha ou não conhecerem a camisinha para mulheres, não usam e muitas vezes não andam com nenhum tipo de preservativo".

+  Desafio da camisinha bomba na web: brincadeira pode ser perigosa

Camisinha feminina é menos usada que o modelo masculino
Tricia Vieira / Fotoarena
Camisinha feminina é menos usada que o modelo masculino


Apesar de menos conhecido, o preservativo feminino é um método contraceptivo tão seguro quanto o modelo masculino. "Ele possui uma barreira feita de plástico fino, macio e resistente", conta o especialista. 

Assim como com a camisinha masculina, o uso desse preservativo pode diminuir a sensibilidade. "Mas isso não significa que não sinta prazer durante o sexo", afirma Domingos, que ressalta a importância de nos preocuparmos com nossa saúde e bem-estar, evitando doenças e gravidez não planejada.

Conheça e saiba como funcionam os métodos contraceptivos de longa duração

Essa camisinha tem mais vantagens. Além de dar total liberdade para a mulher se proteger, também fará com que ela se conheça cada vez mais, já que terá de se tocar para colocar o preservativo. 

Camisinha feminina x masculina

Os formatos dos dois preservativos é completamente diferente. A camisinha para as mulheres tem uma extremidade aberta (fica do lado de fora do corpo) e outra fechada (que é introduzida na vagina) e dois anéis flexíveis. Ela é toda feita de plástico, enquanto a masculina é de látex. 

O homem deve colocar o preservativo com o pênis ereto, pouco antes da relação. Já a mulher pode deixar a camisinha em seu corpo por mais tempo. "Ela pode ser colocada na vagina imediatamente antes da penetração ou até oito horas antes da relação sexual", diz Domingos. 

O médico faz um alerta: não é possível fazer sexo oral com a camisinha. E como ela protege apenas a vagina, também não é indicada para o sexo anal. 

"Já a camisinha masculina cobre todo o pênis durante o ato sexual. É indicada para todas as idades e deve sempre ser usada nas relações, seja via oral, anal ou vaginal para que haja prevenção de gravidez e de doenças sexualmente transmissíveis", fala o ginecologista. 

Como escolher

Os homens devem escolher as camisinhas levando em conta o tamanho do pênis , mas Domingos diz que para as mulheres não existe uma maneira correta. "O que vale é testar e ver qual se adapta melhor para nunca se esquecer de usá-las em cada relação sexual".

Como usar

A mulher deve tomar cuidado ao colocar a camisinha para que ela fique no local correto. O indicado é torcer o anel interno do preservativo em formato de 8 e inseri-lo na vagina o mais fundo que conseguir. A camisinha irá cobrir todo o canal e o outro anel ficará alguns centímetros para o lado de fora da vagina. 

Durante a relação, cuidado para o homem introduza o pênis dentro da camisinha. Também fique atenta ao anel exterior, para que não ocorra vazamento de esperma para o interior do orgão da mulher. 

Com o movimento do sexo, é normal que o preservativo se mexa e até saia do lugar. O casal deve apenas cuidar para que o anel externo continue no lugar e, se preciso, usar lubrificante para facilitar a penetração. 

Na hora de retirar a camisinha feminina, torça o anel externo para que o esperma e toda a secreção fique dentro do preservativo. Retire-o delicadamente. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.