Tamanho do texto

Técnica milenar promove benefícios não só para o sexo, mas para a saúde da mulher. Aprenda se iniciar no pompoarismo

Pompoarismo é uma técnica milenar de origem indiana e consiste em exercícios para fortalecer os músculos vaginais.Mais conhecida por levar a benefícios no sexo, a técnica traz várias vantagens também para a saúde da mulher.

O pompoarismo traz benefícios para a mulher que pratica e para o parceiro dela
Thinkstock
O pompoarismo traz benefícios para a mulher que pratica e para o parceiro dela

Com exercícios que "malham" os músculos da vagina, o pompoarismo também trabalha outros músculos. O fortalecimento deste conjunto muscular faz bem para diversos âmbitos da vida da mulher e do casal. Veja alguns benefícios abaixo:

Benefícios para o bem-estar

Parto 
O fortalecimento dos músculos da região pélvica ajuda as mamães. A técnica é contraindicada apenas para os três primeiros meses de gravidez, segundo a fisioterapeuta especializada em uroginecologia, Cátia Damasceno, mas depois depois de liberação médica, pode ser realizada nos meses seguintes e facilita o processo do parto natural. “A mulher que faz pompoarismo também tem uma melhor recuperação pós parto , a musculatura local não fica flácida”, explica Cátia.

Incontinência urinária
Se a mulher tem perda urinária, o pompoarismo pode ser uma solução. O músculos responsáveis por controlar a saída de urina também são trabalhados com a técnica. Cátia diz que a técnica ficou mais conhecida no ocidente justamente com a função de controlar a incontinência .

Funcionamento do intestino
No pompoarismo, os músculos dos glúteos e abdominais também são fortalecidos. “O fortalecimento da região abdominal ajuda na realização dos movimentos peristálticos”, diz a fisioterapeuta sobre os movimentos involuntários realizados pelo intestino durante o processo da digestão.

Cólicas menstruais
as cólicas características do período menstrual são reflexo das contrações do útero para e expulsão dos coágulos de sangue. “O coágulo está preso, por baixa irrigação sanguínea quando a mulher faz pompoarismo, aumenta a irrigação e tem menos coágulo”, explica Cátia. Ela também lembra que este aumento na irrigação sanguínea também diminui o tempo de menstruação, pois o corpo é capaz de eliminar mais rápido o sangue.

+ Aprenda 12 maneiras de combater a cólica menstrual

TPM, menopausa e libido
De acordo com a fisioterapeuta, existem estudos que comprovam que, a longo prazo, o pompoarismo leva a alterações hormonais sutis. Tais mudanças também suavizam os sintomas da tensão pré mestrual, menopausa – como o calorão e a secura vaginal – e até leva ao aumento da libido.

Benefícios no sexo

Orgasmo
Além do aumento da libido, e da lubrificação vaginal, a técnica é muito benéfica para a sexualidade da mulher. “Melhora a qualidade e a quantidade de orgasmos”, conta Cátia. De acordo com ela, as mulheres que fazem pompoarismo geralmente tem orgasmos múltiplos – ou seja, mais de um na mesma relação.

+ 20 dicas para conquistar ou turbinar seu orgasmo 

Movimentos no pênis
Com a consciência e fortalecimento da musculatura da região pélvica, é possível fazer movimentos no pênis do parceiro, por meio da vagina. Expulsar, sugar, travar e até o fazer movimento de ordenha no pênis são habilidades da vagina de quem faz pompoarismo. Sentiu vontade de se iniciar na técnica?

Exercício para começar sozinha

Se você se interessou pela técnica e quer começar a treinar em casa, existe um exercício simples de entender, fazer e introdutório para a técnica.

“Sabe quando você vai fazer exame de urina e, no potinho, pedem para desprezar o primeiro jato da urina? Você faz o xixi e segura. É esse músculo que você tem que trabalhar”, explica a fisioterapeuta. Faça o movimento de contração do músculo que “segura o xixi” de 20 a 30 vezes, descanse por um minuto, e repita. Pode fazer o movimento sentada, em pé ou deitada, em qualquer momento, de forma discreta.

Cátia lembra que não é adequado fazer enquanto estiver urinando: “Apenas na primeira vez, para identificar qual é o movimento”.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.