Tamanho do texto

Noiva descobre que seu marido é um pedófilo na lua de mel e tenta se divorciar há 5 anos

A lua de mel de Jazmin Cullen e Jason Cullen deveria ser acompanhada do tradicional "felizes para sempre", mas acabou virando um pesadelo para a noiva.

Jazmin Cullen no dia de seu casamento
Arquivo pessoal
Jazmin Cullen no dia de seu casamento

Foi apenas após o casamento que ela descobriu que tinha se casado com um pedófilo.  "Ele parecia um homem tão normal e charmoso e ainda hoje acho que é muito difícil acreditar que é a mesma pessoa. Eu queria acreditar que era tudo um engano. Em nenhum momento apoiaria suas ações, mas eu queria acreditar que não era verdade", contou ela, que vive na Inglaterra, ao "Daily Mail".

+ Afinal, atração por menores é crime? Especialista esclarece caso Laércio e mais

Noivo pedófilo

Enquanto o casal desfrutava da noite de núpcias em Brighton, na costa sul da Inglaterra, a avó da noiva encontrou fotografias repugnantes de abuso infantil em um laptop usado por ele. Foi assim que Jazmin descobriu que Jason também havia mentido sobre sua identidade e passado criminoso. Com ajuda dos advogados, ela constatou que seu marido já havia sido condenado - com seu nome anterior - por possuir mais de oito mil imagens de abuso de crianças e trocá-las virtualmente com outros pedófilos.

"Meu mundo caiu"

Cullen - cujo nome verdadeiro é Jason Hodson -  foi preso ao voltar da lua de mel, mas Jazmin não consegue se divorciar porque ele se recusa a cooperar com os processos judiciais. Há cinco anos ela tenta se separar oficialmente sem sucesso. "Para ser bastante honesta, eu não sabia como me sentir. Fiquei absolutamente com nojo. Eu fiquei sem palavras. Meu mundo caiu".

+ Empresa faz bonecas realistas para pedófilos e causa revolta na internet

Lei do divórcio na Inglaterra

Um casal deve ser casado ​​há pelo menos um ano antes de qualquer uma das partes poder solicitar o divórcio, e não há excepções para a regra. Se um parceiro não concordar com o divórcio, o caso deve ser tratado por um tribunal de família. 

Jazmin Cullen: lua de mel virou pesadelo
Arquivo pessoal
Jazmin Cullen: lua de mel virou pesadelo

Se um casal tem vivido separado por cinco anos continuamente, pode-se solicitar o divórcio sem o acordo de um dos parceiros. Um parceiro pode se opor ao divórcio alegando que ele poderia causar danos para sua vida, mas o tribunal deverá dar a separação nesse caso, que é o mesmo de Jazmin.

Cullen se declarou culpado no Tribunal de Magistrados de Sutton, em abril de 2011, e declarou ter sido abusado aos 16 anos - mas ninguém nunca foi preso, acusado ou processado por isso. 

"Ver sua condenação foi uma mistura de alívio, completa devastação e descrença", disse Jazmin. "Eu o amava por completo, e dia do meu casamento foi um belo e feliz dia para mim na época, mas pensar nele agora é muito angustiante", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.