O jejum intermitente é uma prática milenar, que tradicionalmente está atrelada a religiões, mas nos últimos anos vem ganhando adeptos que tem como objetivo perder peso. Porém, além do emagrecimento, o jejum intermitente é extremamente efetivo para dar um destino para a energia absorvida em forma de glicose e ativar a insulina, sendo assim uma boa opção para pacientes pré-diabéticos ou diabéticos.

salada
Pixabay/Reprodução
Nas janelas de alimentação do jejum intermitente é recomendado que o paciente consuma proteínas, gorduras boas e vegetais


Existem diversos métodos dentro do que é chamado de jejum intermitente, e segundo a médica especialista em emagrecimento Bruna Marisa, o mais praticado é o chamado Lean Gains, no qual o paciente fica 16 horas em jejum, pulando o café da manhã ou a janta.


O que comer nas janelas de alimentação?


“Os períodos em que a alimentação é permitida, são chamados de janelas de alimentação. Fora deles, a pessoa deve ingerir líquidos que não possuam calorias, como água, chás e café sem açúcar. Nos períodos de janela, deve-se manter estáveis os níveis de insulina, então a pessoa deve ingerir proteínas, gorduras boas e vegetais, evitando ao máximo o carboidrato e o açúcar", afirma Bruna. 

chás
Pixabay/Reprodução
Durante o jejum bebidas como chás e café sem açúcar são liberadas


Por isso, a especialista afirma que o ideal é combinar o jejum com uma dieta low carb. Isso vai favorecer a perda de peso e também ajudar quem tem um quadro de diabetes. “Em uma dieta que se restringe o consumo de carboidrato e aumenta-se bastante a ingestão de proteínas, a diabetes tende a se manter estável, a resistência insulínica acaba, o refluxo cessa, os níveis de colesterol e os hormônios se estabilizam”, explica a médica.

De acordo com Bruna Marisa, os benefícios do jejum intermitente vão além do emagrecimento e incluem: reparação celular das células do intestino; melhora na saúde cardíaca; melhora da resistência insulínica e consequentemente o controle da glicemia; aumento da secreção de hormônio do crescimento e redução na sensação de fome. 

O jejum intermitente ainda potencializará os benefícios da estratégia de alimentação que você utiliza. “Sabendo disso, podemos afirmar que a estratégia low carb atrelada ao jejum intermitente é indicada para a perda de peso e até para pacientes diabéticos”, conclui Bruna.

    Leia tudo sobre: dieta

    Veja Também

      Mostrar mais