Nesses tempos de isolamento social e de exercícios em casa , muitos já investiram na compra de alguns equipamentos. E se a ideia é queimar calorias e emagrecer nessa quarentena, a corda pode ser sua aliada. É um equipamento simples, geralmente barato e que não ocupa espaço. 

Leia também: Posso fazer exercícios mesmo se tiver doente? Médicos tiram dúvidas

corda
shutterstock
Pular corda é um ótimo exercício para fazer em casa


Pular corda traz uma série de benefícios além de ajudar a emagrecer. De acordo com a doutora Renata Castro, cardiologista e especialista em medicina esportiva, o exercício melhora a saúde cardiovascular, contribui para o controle de pressão arterial e aprimora a coordenação motora.

Entretanto, apesar de gastar muitas calorias , pular corda, como também ressalta a médica, gera pouco ganho de massa e força musculares. Por isso, para quem está na onda dos exercícios em casa, vale conciliar o trabalho de corda com outros exercícios. 

Para te ensinar uma série simples e rápida , mas que mexe com todo o corpo, o Delas convida o personal trainer Rodrigo Carvalho. No vídeo abaixo ele dá todos os passos para o seu treino em casa: 


Cuidados ao pular corda

Apesar de parecer uma brincadeira de criança, pular corda também exige alguns cuidados, ainda mais se for tentar de forma rigorosa, como mostra Rodrigo.

"Pular corda aumenta o trabalho do coração e isso pode precipitar a ocorrência de eventos cardíacos (infarto, arritmias) nas pessoas que já apresentam doenças cardiovasculares", explica Renata. "Por isso, é importante que as pessoas sejam bem orientadas sobre sua saúde cardiovascular antes de começar a praticar exercícios mais intensos", completa.

Leia também: Como montar meu treino em casa para emagrecer? E para ganhar massa? Veja dicas

Além disso, o exercício causa impacto sobre articulações dos membros inferiores e coluna, por isso, pessoas com obesidade ou problemas ortopédicos também devem evitá-lo. 

"Finalmente, existe risco de queda ao pular corda e este não é um exercício recomendado para pessoas com história de tonteiras, desmaios ou alterações do equilíbrio", afirma a médica.

Se você não está no grupo de risco, mas está sedentário, a dica é começar devagar. Aos poucos vai conseguir pular corda de forma mais vigorosa, como no vídeo de Rodrigo, e ver os resultados. 

Série Treino em casa

Todas às segundas e quartas o  Delas  mostra séries de exercícios para fazer em casa nesses tempos de isolamento social. Além dessa sessão de treino com corda, veja o que já foi destaque por aqui. E na segunda-feira tem mais!

    Veja Também

      Mostrar mais