Tamanho do texto

Comer um doce te leva a querer comer mais um e mais um? Segundo a ciência, não é bem assim que a coisa funciona. Nutricionista explica o que realmente dá mais vontade de comer doces e como se livrar disso

Como é a sua relação com os doces? É daquelas que não abrem mão de um docinho depois do almoço ou do jantar, mas se contenta só com um pedaço, ou está no grupo que se come um pouquinho, não consegue mais parar? Para quem está nesse segundo grupo, surge uma pergunta: será que realmente açúcar vicia? 

Será que açúcar vicia? E a vontade de comer doces, como controlá-la? Nutricionista dá dicas
shutterstock
Será que açúcar vicia? E a vontade de comer doces, como controlá-la? Nutricionista dá dicas


Segundo a ciência a resposta é não. Dizer que açúcar vicia é um erro, de acordo com estudo de universidade britânica. Entretanto, há alguns fatores que, sim, despertam a vontade de comer doces

A nutricionista Iara Pasqua responde dúvidas sobre o assunto e ainda dá dicas de como acabar com o impulso por doces e se manter firme e forte na dieta. 

Açúcar x vício

Segundo estudo, dizer que açúcar vicia é um erro. Veja os detalhes da pesquisa
shutterstock
Segundo estudo, dizer que açúcar vicia é um erro. Veja os detalhes da pesquisa

O estudo citado acima, publicado neste ano, indica que consumir produtos açucarados ou com adoçantes não calóricos não causa um vício em doces. Nessa pesquisa, liderada por Katherine Appleton, da Universidade de Bournemouth, na Grã-Bretanha, foram analisados os hábitos alimentares de 3.400 pessoas com idades a partir de seis meses com o objetivo de investigar o impacto que a exposição ao sabor doce poderia causar no hábito alimentar desses indivíduos.

Os resultados apontam que o consumo habitual de bebidas e alimentos doces não gerou um maior apetite por esse tipo de produto. Pelo contrário, em certos casos causou uma diminuição na preferência e escolha deste sabor.

Esse não é o primeiro estudo com essa conclusão. Em 2015, um trabalho publicado na "Public Health England" também mostra que comer doces não faz com que pessoa queira ainda mais doces.

Entretanto, vale um alerta: o açúcar pode até não viciar, mas é preciso controle no consumo desse ingrediente. O excesso pode levar a problemas, como a diabetes. O exagero no uso de adoçantes também é nocivo. Como diz Iara Pasqua, há um limite de segurança para o consumo deste produto e ele deve ser respeitado.

O aspartame, por exemplo, não pode ser aquecido e uma ingestão diária considerada aceitável, segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, é de 50 mg por kg do peso da pessoa. Já adoçantes como sucralose e estévia podem ser usados em receitas que vão ao jogo, mas a quantidade diária muda. Para a sucralose são 5 mg por kg de peso corporal/dia e para a estévia, 4 mg por kg de peso corporal/dia. 

Então o que faz a gente ter mais vontade de comer doces?

Se falar que açúcar vicia é um erro, o que desperta a vontade de atacar um doce? Iara tem a resposta
shutterstock
Se falar que açúcar vicia é um erro, o que desperta a vontade de atacar um doce? Iara tem a resposta

O açúcar, segundo o estudo da universidade britânica, pode não ser o grande vilão quando o assunto é vício em doces, mas de acordo com Iara, a vontade de comer doces pode aumentar em algumas situações:

  • Quando passamos muito tempo em jejum e o organismo fica sem energia é comum procurar por algo doce, pois o açúcar fornece essa energia de forma rápida;
  • Quando fazemos uma atividade física intensa na qual gastamos muitas calorias e não nos alimentamos bem;
  • Quando fazemos uma dieta muito restritiva para perda de peso. Nesse caso, o organismo produz substâncias químicas que aumentam a vontade de doce.

Como se livrar da vontade de comer doces?

Açúcar vicia? Não. Mas então o que posso fazer para não cair em tentações com os doces? Veja dicas simples
shutterstock
Açúcar vicia? Não. Mas então o que posso fazer para não cair em tentações com os doces? Veja dicas simples

Para não "cair em tentações", Iara também indica seguir algumas dicas simples de alimentação. Ela defende que uma boa ideia é fracionar o cardápio do dia, evitando, assim, longos períodos de jejum. Dessa forma, o corpo estará bem alimentado e evita-se aquele impulso de comer tudo o que encontra pela frente. 

Além disso, as diversas porções de alimentos que devem ser ingeridas ao longo do dia precisam conter ingredientes saudáveis e balanceados. Isso contribui para o bom funcionamento do organismo e também evita a vontade excessiva de doces, segundo a nutricionista. 

Pois é, mas tem horas que a vontade daquele doce pode falar mais alto. Nesse caso, a nutricionista indica um pouco de calma. "Se a vontade apertar, não haja no impulso, ou melhor, não coma no impulso", afirma Iara.

O sabor pode doce pode se encontrado, por exemplo, em opções mais saudáveis que uma barra de chocolate ou um pedaço de torta. "O melhor é optar por frutas ou castanhas e, se a vontade apertar demais, as frutas secas como passas, ameixas, damasco são boas sugestões", diz Iara. 

A reposta para a dúvida lá do início, sobre se açúcar vicia , até pode ser não e o caminho para lidar com doces na dieta é moderação. Sem exageros, praticamente todos os alimentos são permitidos na rotina. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.