Tamanho do texto

Segundo estudo, adotar uma alimentação com uma quantidade reduzida de carboidratos é uma boa opção para não ser vítima do efeito sanfona

Emagrecer nem sempre é uma tarefa simples, mas se manter no peso conquistado pode ser uma missão ainda mais árdua. É muito comum sofrer com o  efeito sanfona e ficar naquele perde peso e logo engorda de novo. Segundo um novo estudo, apostar em uma dieta low carb pode ser a solução para esse dilema. 

Seguir uma dieta low carb, ou seja, com quantidade reduzida de carboidrato, ajuda a prevenir o efeito sanfona, diz estudo
shutterstock
Seguir uma dieta low carb, ou seja, com quantidade reduzida de carboidrato, ajuda a prevenir o efeito sanfona, diz estudo


O estudo foi feito por cientistas da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e publicado no jornal científico BMJ. Segundo dados da pesquisa, quem adotou uma dieta low carb depois de perder peso passou a queimar mais calorias e também teve redução do nível de grelina, hormônio relacionado à fome. 

Leia também: Tire suas dúvidas sobre a dieta low carb e veja cardápio para uma semana

Dieta low carb x se manter no peso

De acordo com estudo, quem segue uma dieta low carb tem um gasto calórico maior e, por isso, se matém no peso
shutterstock
De acordo com estudo, quem segue uma dieta low carb tem um gasto calórico maior e, por isso, se matém no peso

No estudo da universidade norte-americana, 234 pessoas tinham o objetivo de reduzir de 10% a 14% do peso ao seguir um programa de emagrecimento de 10 semanas. Depois, os que conseguiram alcançar a meta, 164, foram divididos em três grupos e cada um recebeu uma quantidade diferente de carboidrato na dieta. 

Nessa segunda etapa, todos ingeriram carboidratos considerados de boa qualidade, como as versões integrais dos alimentos, e tiveram o consumo de calorias ajustado para que conseguissem manter o peso , evitando o efeito sanfona . O primeiro grupo tinha 20% de carboidratos das calorias do dia, o segundo grupo, 40%, e o terceiro, 60%. 

Essas pessoas foram acompanhadas por mais 20 dias. Ao final desse tempo, notou-se que o grupo que consumiu menos carboidratos gastou mais calorias . Aqueles que estavam com a dieta com 20% de carboidratos queimaram 91 calorias a mais por dia que o grupo intermediário e 209 calorias a mais se comparado com o terceiro grupo. 

Além disso, o primeiro grupo também teve diminuição na produção de grelina, hormônio relacionado sensação de ter fome. 

De acordo com Cara Ebbeling, principal autora do estudo, e esse maior gasto calórico por aqueles que seguiram uma dieta com menos carboidratos persistir por três anos, é possível chegar a uma perda de peso de 9 kg sem reduzir a ingestão de calorias diárias. 

Além disso, o estudo mostra que as escolha dos macronutrientes - carboidratos, gorduras, proteínas - pode, sim, influenciar no emagrecimento e em evitar o efeito sanfona. Como ressalta David Ludwig, endocrinologista que também participa da pesquisa, os carboidratos refinados ajudam e elevar o nível de insulina no sangue, o que faz com que as células armazenem energia. "Com menos energia disponível no organismo para o resto do corpo, a fome aumenta e o metabolismo diminui - receita para alguém engordar", explica. 

Ou seja, seguir uma dieta low carb e escolher bem os carboidratos, como foi feito com os participantes do estudo, ajuda a fugir desse cenário citado acima. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.