Tamanho do texto

Quando deixou o "É o Tchan", Scheila Carvalho teve de encarar mudanças que afetaram tanto sua forma física como seu bem-estar; saiba como deixar o estilo de vida fitness de lado, mas driblando as consequências no caminho

Para você que tem o costume de dizer que quer ser fitness, mas não passa mais de dois meses na academia, é bom tomar cuidado. A personal trainer Cau Saad afirma que uma parada brusca nas atividades físicas pode acarretar dores, câimbras e até mudança de humor. Ou seja, até para desistir do treino intenso, é preciso disciplina para não deixar a preguiça te parar de uma vez.

Leia também: Bella Falconi e Gracyanne Barbosa dão dicas de como não perder o foco na dieta

Quando deixou o 'É o Tchan' - e consequentemente a vida fitness -, Scheila Carvalho sentiu muitas mudanças no corpo
Reprodução/Instagram
Quando deixou o 'É o Tchan' - e consequentemente a vida fitness -, Scheila Carvalho sentiu muitas mudanças no corpo


 “Não é recomendável parar do nada, o ideal é que seja uma mudança gradativa na rotina, diminuindo o ritmo aos poucos”, defende a personal trainer. Em apenas três semanas longe da vida fitness , inclusive, ela garante que o tempo investido na academia é perdido, pois já dá para notar a diminuição da força para carregar objetos, mau funcionamento do intestino e até o aumento de adiposidade, a temida gordura corporal que gera o sobrepeso. 

Quem sofreu com isso há alguns anos foi a dançarina Scheila Carvalho, que, recentemente, falou sobre os efeitos que sentiu após deixar o grupo "É o Tchan" durante um papo com a musa fitness Eva Andressa no canal dela. “Tenho tendência a engordar e retenho muito líquido”, revelou a morena, que precisou buscar outras atividades para compensar a “falta da dança”.


“Tenho de estar na academia todos os dias e fazer muitos exercícios aeróbicos para manter o pique desde que parei de dançar nos shows. Minha dieta não é toda certinha e, de vez em quando, dou uma escapulida. Eu e meu marido gostamos de vinho, mas amamos treinar e dá para correr atrás do prejuízo", disse a ex-dançarina de 44 anos.

Em casos como o de Scheila, Cau explica que a parada brusca interfere muito no metabolismo e que a musa acertou ao procurar outros tipos de atividades físicas para praticar. “Fica uma energia acumulada e, se você para de uma hora para outra, começa a engordar, o metabolismo desacelera. Algumas pessoas são tão aceleradas que, quando param, nem conseguem dormir direito mais”, explica o personal trainer Fabio Aquino.

Quem tem a vida agitada e muda a rotina de uma hora para outra, pode sofrer com a insônia, que gera outros problemas
shutterstock
Quem tem a vida agitada e muda a rotina de uma hora para outra, pode sofrer com a insônia, que gera outros problemas


Segundo ele, Scheila se enquadra perfeitamente nessa situação, já que, desde criança, a morena não sabe o que é sedentarismo. Ela, que sempre sonhou em ser famosa, começou no balé clássico aos quatro anos de idade, depois foi emendando um trabalho no outro e só parou de praticar atividades físicas intensas depois que deixou o grupo do compadre Washington.

Leia também: Preguiça? Aprenda a fazer um treino sem sair da cadeira

"Quando eu era criança, fazia balé, mas não tinha nada a ver devido o meu perfil físico. Sempre tive coxa grossa e fui baixinha. Depois, fui para o jazz e me encontrei. No auge da lambada, fiquei apaixonada pelo ritmo, comecei a dar aula de dança, até que veio a febre do axé. Foi uma paixão total e não parei mais”, contou à Eva no "Fit Talk", um quadro do canal da youtuber. 

"Não sou mais fitness, e agora?"

Para personal trainer, quem deixa de ser fitness acaba deixando uma energia acumulada e o metabolismo desacelera
shutterstock
Para personal trainer, quem deixa de ser fitness acaba deixando uma energia acumulada e o metabolismo desacelera


Fabio Aquino acredita que o cuidado com a alimentação deve ser redobrado em casos como o da ex-dançarina Scheila e os de tantas pessoas que deixam de praticar esportes ou param de frequentar a academia de uma hora para outra. Até mesmo os atletas, que decidem se aposentar depois de anos de carreira precisam de um cuidado específico na hora do descanso.

 “Alguns, pelo cansaço, preferem parar totalmente de treinar, e isso pode acarretar hipotireoidismo”, avalia o educador físico, que é apoiado por Cau. “A pessoa só não terá problemas se conseguir se adequar”, diz ela. Segundo a especialista, quem estava acostumado a treinar uma hora por dia, por exemplo, pode criar força de vontade para treinar menos.

Leia também: 7 dicas para não se sentir como uma 'barata tonta' no primeiro dia de academia

Ir à academia três vezes por semana e realizar treinos de pelo menos 30 minutos, no caso, já faz toda a diferença para o corpo e para a mente, sem causar grandes transtornos no dia a dia de quem tem a vida corrida por causa do trabalho e não pode mais levar a vida fitness com intensidade. 

“Nesse tempo que a pessoa terá disponível, ela precisará otimizar o tempo dela para fazer um treino intenso e aproveitar bem o período que está na academia. Desse jeito, o corpo consegue se adaptar aos novos estímulos”, aconselha Saad, ao reiterar que o melhor a se fazer ao largar a vida fitness é não parar de treinar nunca, pois, além de gerar bem-estar e só trazer benefícios para a saúde, os exercícios físicos podem aumentar a expectativa de vida. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas