Tamanho do texto

Algumas frutas podem ser congelada inteiras, até com a casca. Já as folhas pedem mais cuidados. Veja dicas e aprenda a congelar os alimentos

Congelar os alimentos é uma ótima forma de armazenamento e conservação , principalmente no dias mais quentes ou para aqueles locais que parecem viver no verão ao ano inteiro. Além disso, a fruta que sai direto do congelador para o liquidificador vira um smoothie refrescante, por exemplo. 

Smoothies: veja a receita ideal para cada momento do dia

Para congelar frutas e legumes é preciso tomar alguns cuidados, como ensina a nutricionista Renata Guirau. Veja as dicas:

Você pode congelar morangos ou frutas silvestres inteiras ou em forma de polpa
Creative Commons
Você pode congelar morangos ou frutas silvestres inteiras ou em forma de polpa


Frutas

As frutas, por exemplo, podem ser congeladas inteiras, picadas ou como polpa. "Morangos, laranja, pêssego, abacate, kiwi, goiaba, ameixa, banana, mirtilos e uvas pode, ir ao congelador inteiras, até com a casca", comenta a profissional. 

Já alimentos como mamão, abacaxi, coco seco, manga, melancia e melão devem ser descascadas e cortadas em pedaços antes do armazenamento. 

Se a fruta estiver muito madura, a melhor opção é preparar uma polpa. Para isso, a nutricionista sugere bater no liquidificador ou processador o alimento com o mínimo de água possível. 

Legumes

Nesse caso, a orientação de Renata é fazer o chamado braqueamento antes do congelamento. O processo é simples: separe dois recipientes com água o suficiente para cobrir os alimentos. Aqueça um deles até fervura da água e no outro, gele o líquido. Pode colocá-lo sob uma vasilha cheia de gelo, por exemplo. Para branquear o legume, mergulhe-o na água em ebulição por 3 a 5 minutos. Em seguida, mergulhe o alimento na água gelada. Na sequência, congele. 

Folhas

As folhas não devem ser congeladas, segundo Renata, porque não aguentam a temperatura. "O frio queima as folhas e elas ficam ruins para consumo", afirma a nutricionista. 

A dica aqui é também fazer uma polpa com o alimento, como couve ou espinafre. O preparo pode ser usado depois para uma sopa ou caldo. 

As hortaliças podem ser mantidas sob refrigeração em geladeira . Para isso, lave as folhas, seque e guarde em saquinhos com pequenos furos.

Recipiente ideal

Ao falar em congelar alimentos, também é preciso pensar no recipiente que será levado ao freezer ou congelador. É fácil encontrar no mercado sacos plásticos ou potes de vidro para esse fim. E se optar por algo em plástico, escolha um com a indicação BPA FREE. Nesse caso, o recipiente não é feito com Bisfenol A (BPA), substância que faz mal à saúde. 

Descongelar

Renata Guirau também ensina como usar os alimentos depois do congelamento. Ela alerta que as frutas apresentam uma mudança na textura depois de irem ao freezer, e aquelas que foram picadas também sofrem alteração no sabor. Como podem não ser agradáveis para serem consumidas in natura, aposte em vitaminas e smoothies. 

Para manter o bronzeado, emagrecer e mais: nutricionista monta cardápio de verão

Os legumes não devem ser consumidos crus. Depois de congelar, separe os alimentos e use para preparos cozidos e assados, como acompanhamento de carnes e aves, por exemplo. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.