Tamanho do texto

A granola, quando consumida se maneira correta, dá mais saciedade e ajuda o corpo a não absorver tanta gordura, segundo nutricionista

A combinação de cereais e frutas que gera a granola pode ser uma aliada ou uma grande vilã para quem quer eliminar aqueles quilinhos a mais. Se tiver muito açúcar, por exemplo, pode arruinar qualquer dieta. Mas se feita com ingredientes naturais, vira ótima opção para um café da manhã saudádel  ou um lanche entre uma refeição e outra. 

Granola pode fazer parte da dieta e ajudar a emagrecer. Veja como escolher e consumir
Creative Commons
Granola pode fazer parte da dieta e ajudar a emagrecer. Veja como escolher e consumir

Quem ajuda nessa missão de escolher a melhor granola para seu cardápio é a nutrionista Marilia Toledo. Ela explica que esse produto é uma mistura de alimentos funcionais . "Pode ser feito com aveia, linhaça, castanhas, frutas desidratadas, germes de trigo, uva passa... Com isso, além de fornecer energia para o corpo, traz benefícios. O resultado é rico em fibras e oferece benefícios ao corpo. Os grãos integrais têm vitaminas, minerais e antioxidantes , os flavonoides, que ajudam na prevenção de doenças e no envelhecimento precoce".

Granola para quem quer emagrecer

 Segundo Marília, essa combinação de alimentos ajuda quem busca emagrecer por resultar em um carboidrato complexo , que fornece energia para o corpo de uma maneira mais saudável que os carboidratos simples, como pães brancos e outras massas. 

"É um carboidrato, mas também tem fibras, que vão ajudar a diminuir a absorção de gordura pelo corpo", fala a nutricionista. "As moléculas de açúcar e gordura se unem às fibras e isso atrapalha a absorção, diminuindo a chance de ter gordura acumulada. Isso forma uma massa que é eliminada no bolo fecal", explica a profissional da empresa Grings Alimentos Saudáveis. 

Carboidrato melhora a autoestima; acabe com mitos sobre esse nutriente

Além disso, fibra é sinônimo de saciedade . Alimentos ricos em fibra ajudam a se manter satisfeito por mais tempo, evitando beliscadas fora de hora ou exagero na próxima refeição. 

Quando consumir

Para Marília, a granola é ideal para o café da manhã. "É importante começar o dia com uma refeição bem equlibrada, com carboidrato, proteína e fibras. Isso vai influenciar todas as escolhas ao longo do dia. Se sai de casa apenas com um cafezinho preto, logo vai sentir fome ou vai chegar na hora do almoço querendo devorar o que tiver pela frente". Aí entra a granola. "Ela fornecerá energia e também fibras, antioxidantes e vitaminas. E terá saciedade por mais tempo. Com menos fome, é mais fácil optar por saladas e alimentos saudáveis e fugir do excesso de calorias", completa.

A combinação de cereais substituiria o pão branco, que segundo a nutricinista, tem "calorias vazias". E vale completar com iogurte e alguma fruta de sua preferência para que o dia comece com uma refeição ainda mais completa. 

"Também pode usar esse alimento para fazer receitas de bolo, pães, cookies... Com isso, vai adicionar fibra à receita e terá um resultado mais saudável", também sugere Marilia. 

Carboidrato à noite? Sim, agora ele está liberado e até ajuda a emagrecer

Quantidade ideal

A nutricionista recomenda uma porção de 40 gramas. "Como todo alimento, se consumido em excesso fará mal. Terá muitas calorias e vai engordar, ou um excesso de fibras que pode trazer desconforto intestinal", explica. 

Melhor granola

É preciso cuidado para não cair em certas armadilhas e colocar a perder os benefícios do produto. Por exemplo, algumas marcas usam açúcar refinado na fórmula para deixar o resultado mais docinho, mas aí, adeus dieta. "Prefira as granolas com mel, açúcar mascavo ou demerara, que são mais naturais e boa fontes de energia", diz Marilia. 

Para não ter dúvida, fique sempre atento ao rótulo do alimento antes de comprar. "Olhe os ingredientes e procure o que tiver os mais naturais possíveis", fala a profissional. Lembre-se que a ordem dos ingredientes escrita no rótulo é do que tem mais para o que tem menos no produto. E uma dica é fugir daqueles produtos com ingredientes com nomes diferentes ou desconhecidos. Geralmente são conversantes ou aditivos químicos. 

"Também veja a tabela nutricional e preste atenção às quantidadade sde gordura, sódio, açúcar. A boa granola tem menos sódio e gordura e mais fibra", indica a nutricionista. 

    Leia tudo sobre: dieta
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.