Tamanho do texto

Aproveite que as baixas temperaturas auxiliam na perda de peso e veja como manter a boa alimentação em dia

Quando o tempo está frio parece que fica mais difícil seguir uma dieta saudável. Massas e chocolate quente são mais calóricos e combinam muito mais com temperaturas mais baixas do que uma saladinha.

Mas sabia que no frio, pode ser mais fácil emagrecer?  Nesses ambientes, o corpo gera mais energia e, consequentemente, queima até 30% a mais de gordura.

“Aproveite esse benefício que o frio proporciona. Agora é a época de malhar pesado, fazer exercícios aeróbicos e se alimentar bem”, sugere a nutricionista Deborah Gariba. Para manter a alimentação saudável, veja algumas dicas do que fazer quando a temperatura cair:

1 – Aposta nas sopas e caldos

Caldo de moranga com frango. Clique na foto e veja a receita
Divulgação/Oba Hortifruti


Nada mais aconchegante que uma sopinha em uma noite fria. “Para deixar o prato menos calórico e mais nutritivo, abuse dos legumes e das verduras”, sugere a nutricionista Leticia Amaral. Mas Deborah alerta para evitar a adição de leite, creme de leite e queijos para engrossar o caldo. Se quiser uma sopa mais cremosa, a dica de Leticia é usar mandioquinha, cará ou inhame. 

2 – Troque saladas por verduras quentes

Salada de mandioquinha, broto de feijão e salmão. Clique na foto e veja a receita
Divulgação/Oba Hortifruti


Um pratão de salada não é nada animador no inverno, por isso a sugestão de Letícia é usar saladas de legumes cozidos como uma versão com mandioquinha, broto de feijão e salmão.

“Uma dica é fazer folhas verdes e vegetais refogados, pois são fundamentais para um emagrecimento saudável”, recomenda Deborah. A nutricionista Lara Natacci dá outra dica: fazer legumes assados em um saco próprio para forno. Dessa forma, eles não ressecam, já que embalagem preserva o líquido e os aromas do alimento.

3 – Coloque legumes nos pratos do cotidiano
Se você não sente prazer em comer os legumes sozinhos, outra forma de inserí-los na dieta do dia a dia é serví-los com outros alimentos. Letícia sugere um arroz com brócolis e cenoura e até mesmo um feijão incrementado com água de cozimento de legumes. Já Lara sugere misturar esses ingredientes com carne.

4 – Abuse dos temperos
Letícia tem um truque de ouro: “Use ervas e especiarias aromáticas, como coentro, cominho, gengibre e páprica para temperar os alimentos. Eles possuem propriedades termogênicas, ou seja, ajudam a acelerar o metabolismo e dão a sensação de aquecimento ao organismo”

5 – Coma as frutas quentes

Banana assada com calda de caramelo light. Clique na foto e veja a receita
Divulgação/Oba Hortifruti


Se a fruta gelada também te desanima, não use isso como desculpa para atacar um chocolate. “Na hora da sobremesa, invista nas frutas, mas em versões assadas, cozidas ou em forma de creme. Banana, maçã e pera ficam bem saborosas quando preparadas dessas maneiras e podem ser servidas ainda quentes”, diz Leticia. Ela ainda ensina a receita de banana com calda caramelo light da foto acima.

Deborah tem outro truque: polvilhe canela nas frutas. Além de deixar o alimento mais saboroso, a especiaria também é termogênica e ajuda a acelerar o metabolismo.

Chá e café são boas dicas para o inverno
Thinkstock/Getty Images
Chá e café são boas dicas para o inverno

6 – Chá e café
A hidratação é fundamental para um corpo saudável. Se você tem dificuldade em beber água quando a temperatura está baixa, a dica de Deborah e investir nos chás e cafés. Eles podem até enganar aquela vontade de doce que aparece no meio da tarde.

Leia mais: 

Dieta de Kim Kardashian tira pão e tem proteína à noite; isso é certo ou errado?

Menos 42 kg: atriz da Globo conta como emagreceu sem deixar de comer o que gosta

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.