Laura Sito
Reprodução/Instagram
Laura Sito



Na tarde desta quarta (20) no plenário da Câmara de Vereadores de Porto Alegre, a vereadora Laura Sito sofreu racismo por parte de um grupo apoiador do governo Bolsonaro contra o passaporte vacinal - uma comprovação de vacinação para a entrada de eventos de lazer. O grupo vestido com as cores e bandeira do Brasil também estavam acompanhados de  materiais com símbolos do nazismo. 


Leia Também

Leia Também

De acordo com a vereadora, várias pessoas invadiram o plenário contra o passaporte vacinal e com materiais de divulgação com símbolos racistas.

"Várias pessoas com cartazes com suásticas nazistas invadiram o plenário contra o passaporte vacinal. Quando elas foram expulsas do plenário, elas chamaram nós vereadoras negras de empregadas. Uma delas me olhou e disse que ela era loira, linda e que e eu era um lixão", declara a vereadora Laura ao portal iG Delas.

Após o ocorrido, junto com os demais vereadores ofendidos, Laura Sito diz que buscará justiça."Porto Alegre nos elegeu para representar o povo negro, não aceitaremos racismo e nazismo! Iremos atrás de justiça!"


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários