O ator disse que vai fazer uma carta de desculpas para a deputada
Reprodução/Instagram
O ator disse que vai fazer uma carta de desculpas para a deputada

Em entrevista ao canal "Fala, Lola, Fala", no Youtube, o ator José de Abreu, 75, pediu desculpas para a deputa federal Tabata Amaral (PSB-SP) por uma publicação que incentiva agressões físicas contra a política.  A postagem em questão dizia "Se eu encontro na rua, soco até ser preso", além de chamar a política de "canalha". 


"Eu errei redondamente. A minha vida é repleta de erros, e uma das coisas que eu aprendi é que quando você é muito crítico, você tem que aprender a fazer uma autocrítica", disse ele. Zé de Abreu afirmou que vai fazer uma carta em vídeo para Tabata, e que vai escrever um pedido de desculpas. "Vou propor uma atitude política. Esse fato aconteceu sábado retrasado. No domingo, foi aquela coisa do cancelamento".


O ator ainda disse que foi criado em um ambiente extremamente fascista e citou a mãe. "O que eu gostaria de discutir é que essa é uma desconstrução diária que a gente tem que fazer contra o racismo, homofobia, misoginia, machismo. Posso falar mal da minha mãe? Ou como é mulher é machismo? (...) Quando meu pai morreu, em 1955, a gente passou por uma batalha, mas ela foi uma lutadora", lembrou. 


A deputada federal é constantemente alvo de ameaças e afirmou que vai processar José de Abreu.  "Eu tomei as medidas judiciais cabíveis contra essas duas pessoas que me ameaçaram de agressão física", disse ela se referindo ao ator e o autor da publicação no Twitter. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários