Patrícia Nogueira será indenizada
Globoplay/Reprodução
Patrícia Nogueira será indenizada


Patrícia Nogueira,  servidora pública que foi repreendida e constrangida por usar a parte de cima de um biquíni em um parque,  deve ser indenizada em R$ 3 mil.

O caso aconteceu em maio, no Pontão do Lago Sul, em Brasília. A juíza Maria Rita determinou que a EMSA, responsável por administrar o local, pague a indenização por danos morais para Patrícia.

Na época, ela filmou a situação e disponibilizou as imagens para a TV Globo. Durante a abordagem, a mulher perguntou porque biquíni era proibido se homens podiam andar livremente sem camisa no local. No momento da indagação, um homem sem camisa passou por ela e o vigilante, mas não foi repreendido.



"Me senti constrangida, discriminada. O machismo estrutural está em todos os lugares, ele se esconde sobretudo em situações cotidianas e em normas aparentemente inocentes", disse Patrícia.

Ainda cabe recurso contra a decisão da juíza. Em contato com o Universa, Patrícia afirmou que pretende comprar cestas básicas com o valor da indenização e entregar para uma ONG em Brasília que acolha mulheres vítimas de violência doméstica.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários