Tamanho do texto

A atriz Bianca Bin e a "bruxa" Yazmina Jades são algumas das mulheres adeptas aos rituais, cujo objetivo é devolver o sangue para a terra

No início do mês, Bianca Bin, que dá vida a Clara na novela global "O Outro Lado do Paraíso", compartilhou diversas fotos de mulheres adeptas ao ritual "Plante Sua Lua". A prática consiste em coletar o sangue menstrual para depositar em um jardim, sobre a terra ou as plantas. Segundo a própria atriz, o objetivo é "devolver o sangue para a terra" e concluir o ciclo da natureza. E ela não é a única que pensa assim. 

Leia também: Exposição gera polêmica ao retratar de forma clara a menstruação

No ritual
Reprodução/Instagram
No ritual "Plante Sua Lua", as mulheres coletam o sangue menstrual e depositam na natureza, devolvendo para a terra


Diversas outras mulheres estão praticando rituais com sangue menstrual . Em entrevista à revista "Glamour", a atriz global afirmou que "plantar a lua" mudou sua relação com o próprio corpo e a ajudou a se entender como mulher. "O universo é uma grande potência feminina e é com essa força que busco me conectar sempre”, disse. 

De acordo o site "DanzaMedicina", citado por Bianca Bin, o sangue menstrual é uma fonte rica em nutrientes, minerais e hormônios e, por isso, é um poderoso fertilizante natural. A coleta do sangue é possível com a utilização de coletores menstruais ou bioabsorventes. 

Além disso, é importante lembrar que a finalidade do " Plante sua Lua " é oferecer o sangue de forma simbólica. Assim, ao depositar o líquido nas plantas,  a mulher deve reafirmar suas intenções e entregar também todas as impressões negativas que carrega a respeito de si. "Perceba os padrões negativos, as crenças limitantes, os hábitos que não lhe servem mais e tudo aquilo que se encontra estagnado em sua vida", explica a terapeuta corporal Morena Cardoso em um texto do site. 

Leia também: Marca cria propaganda que mostra sangue real em absorvente íntimo e quebra tabus

O poder do sangue

Depois que o compartilhamento de publicações sobre esse ritual específico tomou conta e ascendeu o debate nas redes sociais, foi a vez de Yazmina Jades mostrar que também tem seu ritual. Ela se autodenomina “líder de empoderamento feminino” e “bruxa de sangue” e publicou nesta semana uma foto no Instagram com o rosto pintado de vermelho — provavelmente com sangue. 

Yazmina Jades se diz bruxa e também é adepta dos rituais com sangue menstrual
Reprodução/Instagram/yazmina.jade
Yazmina Jades se diz bruxa e também é adepta dos rituais com sangue menstrual



Na legenda, Yazmina explica a importância e o significado da prática. "Como você vê sua menstruação?", começa. Então, ela conta que durante a adolescência até os 20 anos de idade não gostava do período menstrual e que seu relacionamento com o sangue não era saudável.

Leia também: Mulheres e as fases do ciclo reprodutivo são retratadas em ensaio fotográfico

"Não havia instruções sobre o que acontece quando você sangra e como me nutrir ou cuidar de mim mesma durante este tempo sagrado do mês", diz. "Levei anos para perceber que o sangramento é um ritual sagrado, para cada mulher se descobrir, se soltar, criar, e usar essa manifestação poderosa para honrar o poder do ventre e da mãe terra."

Indo de acordo com o pensamento de Bianca, Yazmina também afirma que o melhor entendimento do sangue menstrual a ajudou na conexão com o próprio corpo e, também, a se amar e respeitar mais. "Foi uma jornada completa, só tocando na superfície do poder do sangue", finaliza. Será que essa onda ganha mais adeptas?

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.