Enquanto alguns internautas a desmotivam a praticar exercícios porque ela "nunca vai emagrecer", outros criticam o fato dela poder emagrecer com isso

A modelo Ashley Graham explodiu no mundo da moda após ser capa da revista americana "Sports Illustrated" em sua edição especial "Swimsuit Issue", em que as modelos exibem a coleção de trajes de banho da marca, no ano de 2016.

Leia também: Cantora com mais de 200 marcas de nascença é inspiração em luta contra bullying

Ashley Graham gosta de compartilhar vídeos e fotos de seus treinos, mas os seguidores nem sempre gostam disso
Instagram/theashleygraham/Reprodução
Ashley Graham gosta de compartilhar vídeos e fotos de seus treinos, mas os seguidores nem sempre gostam disso

Hoje, Ashley Graham tem mais de 5,3 milhões de seguidores no Instagram, mas, apesar do apoio que tem dos fãs, como é uma modelo fora dos padrões recebe também vários comentários negativos, principalmente nos vídeos que compartilha quando está fazendo atividade física .

Leia também: “Ainda me sinto com 220kg”: com menos 160kg, mulher de maiô sofre preconceito

Foi o que aconteceu no domingo (8), após ela compartilhar uma série que fez na academia. "Graças ao politicamente correto idiota, a definição de 'modelo' foi completamente distorcida. Esta baleia gorda não é nem de perto uma modelo", foi apenas um dos comentários que Ashley recebeu.

Cansada de toda a perseguição dos "haters", aqueles usuários da internet que apenas aparecem para fazer comentários negativos nas fotos ou vídeos, a modelo resolveu responder com uma nova postagem.

"TODA VEZ, depois de eu postar um vídeo fazendo exercícios, eu recebo comentários como esses: 'você nunca vai ser magra, então pare de tentar', 'não se esforce tanto, você vai emagrecer', 'você ainda precisa da sua gordura para ser modelo', 'por que você quer perder o que te deixou famosa?'", escreveu Ashley.

"Só para que todos saibam, eu me exercito para: ficar saudável, me sentir bem, ficar livre do jet lag, esvaziar minha cabeça, mostrar a garotas grandes que nós também podem se movimentar, continuar flexível e forte, ter mais energia. Eu não malho para perder peso ou minhas curvas. Além do mais, amo meu corpo", completou.

Repercussão

O desabafo da modelo teve o dobro de likes do vídeo dela na academia, chegando a 218 mil em um dia. O número de comentários foi sete vezes maior e se o vídeo teve 1.056 opiniões expostas, o desabafo conseguiu 7.856.

Leia também: Para alertar sobre assédio nas ruas, jovem compartilha fotos com assediadores

E enquanto alguns continuaram criticando a modelo Ashley Graham, usando até fotos antigas para duvidar de sua busca por uma vida saudável, muitos outros foram em sua defesa, afirmando que a saúde aparece em diferentes corpos. E quando o assunto é peso e moda, vale lembrar que a indústria já foi e continua sendo duramente criticada pelos padrões de magreza quase impossíveis de serem alcançados, fazendo com que as profissionais se submetam até mesmo a distírbios alimentares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.