Culinarista discute a importância de fazer as refeições em família e de deixar os filhos participarem da escolha dos alimentos e do preparo dos pratos

Nos dias atuais tão corridos é muito difícil conseguir fazer refeições em casa. Com a família inteira reunida à mesa, mais complicado ainda! Mas saiba que esses momentos são de extrema importância para todos nós, especialmente para as crianças.

Se você não consegue encaixar essas reuniões na sua rotina diária, procure realizá-las pelo menos uma vez por semana - talvez no fim de semana ou quando tiver mais tempo. O dia da semana e qual refeição não importam, desde que a refeição aconteça periodicamente.

Se você não consegue encaixar refeições em família na sua rotina diária, procure realizá-las pelo menos uma vez por semana
Thinkstock/Getty Images
Se você não consegue encaixar refeições em família na sua rotina diária, procure realizá-las pelo menos uma vez por semana

Claro que quando sugiro uma refeição em família não estou falando de algo como simplesmente todos se sentarem ao redor de uma mesa, cada qual concentrado em seu gadget eletrônico, comendo qualquer coisa  aquecida no micro-ondas. Uma refeição familiar de verdade começa muito antes da comida ser colocada na mesa.

Leia também:
Como preparar uma papinha saborosa e nutritiva
Como montar a lancheira escolar das crianças

Mercado ou feira

A verdadeira refeição em família pode ter início no supermercado ou na feira, quando os pais vão junto com os filhos escolher e comprar ingredientes frescos para preparar o prato que quiserem. Receitas não faltam . Se não der para ir todo mundo junto, procure ao menos fazer com que seus filhos participem do preparo da comida e do ambiente. Eles sentirão aromas, conhecerão os ingredientes e modos de preparo, aprenderão a arrumar uma bonita mesa e outras habilidades que serão úteis para a vida toda.

Uma criança pode aprender muito na cozinha!  Existem estudos demonstrando, inclusive, que crianças que se sentam à mesa para fazer as refeições em família tendem a comer mais frutas, verduras e legumes. Isso reflete na alimentação de um modo geral, que acaba sendo bem mais saudável.

União familiar

Preparar a mesa e a comida se tornará um momento superespecial, onde todos os membros da família vão brincar, conversar, ensinar, aprender e, principalmente, ampliar a convivência e reforçar a união familiar. Aproveite esses momentos. Eles farão muita diferença no relacionamento futuro de vocês.

Acontecerão situações engraçadas, sustos, receitas que deram muito certo, receitas que deram muito errado, e vocês terão ótimas lembranças.

A culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil
Digulgação
A culinarista Pat Feldman tira dúvidas sobre alimentação infantil

Eu, até hoje, me lembro da panela de arroz que espalhei no chão num momento de distração e dos ovos que se espatifaram porque eu não segurei direito a caixa. A gente morre de rir dessas coisas. A família vai lembrar que tomou um susto, mas aprendeu que tem que tomar cuidado, aprendeu como limpar a bagunça. Essas pequenas coisas tornam nosso dia a dia muito mais rico!

>> Veja outras dicas para tornar a refeição em família um momento cheio de prazer e alegria

* Pat Feldman é culinarista e criadora do Projeto Crianças na Cozinha, que traz receitas infantis saudáveis, saborosas e livre de industrializados. É também autora do livro de receitas "A Dor de Cabeça Morre Pela Boca", escrito em parceria com seu marido, o médico Alexandre Feldman. Na coluna “Cozinha com Crianças”, ela fala quinzenalmente sobre gastronomia infantil.

Envie dúvidas e sugestões para criancasnacozinha@gmail.com

Leia ainda:
26 atitudes que aproximam pais e filhos
8 atitudes para ser um bom pai

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.